Por que Psicólogos (e estudantes de Psicologia) precisam fazer terapia?


Por: Ane Caroline Janiro

Mesmo entre profissionais e estudantes de Psicologia, ainda existem questionamentos a respeito da real necessidade de buscar também acompanhamento em psicoterapia.

Em linhas bem gerais, a psicoterapia é um processo que auxilia o indivíduo no autoconhecimento e no desenvolvimento da autonomia em relação às suas ações, comportamentos e emoções, além de visar também à resolução de conflitos específicos. As pessoas buscam um psicólogo então, basicamente, para atingir estes objetivos, mas cada um com uma particularidade, ou como já citado, um diferente conflito.

Pensando nos demais especialistas da saúde, sabemos que um médico, por exemplo, precisa estar com sua saúde de acordo para conseguir atender bem aos seus pacientes, sabemos que um dentista também precisa cuidar de sua própria saúde bucal. E por mais que estes profissionais façam seu trabalho com excelência, por vezes não podem aplicar em si mesmos os tratamentos nos quais são especializados e precisam confiar essa tarefa a outros profissionais da área. O ponto em que desejo chegar com estes exemplos é que um psicoterapeuta, ainda que seja muito experiente, também tem problemas, histórico pessoal, carga emocional, conflitos e ainda recebe diversas demandas de outras pessoas em seu consultório diariamente.

Assim como outros profissionais, o psicólogo precisa estar bem para conseguir atender seus pacientes da melhor forma e com imparcialidade, já que muitos casos que chegam até ele, podem envolver aspectos semelhantes a episódios particulares. Então, além da supervisão (falaremos sobre este tema em breve), é importante que o psicólogo tenha subsídios para lidar com seus próprios conflitos e evitar que eles interfiram negativamente em seu trabalho.

Outro ponto que creio ser essencial é que o psicólogo precisa acreditar naquilo que ele “vende”. Ou seja, como posso assegurar aos outros que a psicoterapia realmente funciona, se eu ao menos acredito que ela seja eficaz para mim? É como passar o dia vendendo um serviço que, no fundo, eu acredito que não seja bom. É incoerente. E é por isso que os estudantes de Psicologia precisam também da psicoterapia.

Durante o curso de graduação em Psicologia, não é obrigatório que o aluno faça terapia, mas é sempre muito recomendado. E essa recomendação segue a mesma lógica acima. O estudante precisa começar a se familiarizar com o trabalho que irá exercer depois de formado e isso consiste em realizar estágios obrigatórios do curso, estágios não obrigatórios (caso haja essa possibilidade) e passar pela psicoterapia. O processo de autoconhecimento que a psicoterapia proporciona é essencial para que um futuro psicólogo exerça bem a sua profissão e para que comece desde o início saber diferenciar aquilo que deve ser tratado como uma demanda pessoal daquilo que ele deve lidar com imparcialidade.

Portanto, a psicoterapia é de extrema importância para que os psicólogos lidem com seus próprios conflitos e possam assim lidar com os conflitos dos outros.


Gostou deste conteúdo?

Compartilhe utilizando um dos botões abaixo!
Cadastre-se também na opção à sua direita “Seguir Psicologia Acessível” e receba os posts em seu e-mail!


10516729_1448233238791949_8127215912485502492_n


Sobre a autora:

Ane Caroline Janiro – Psicóloga clínica, idealizadora e editora deste blog.
CRP: 06/119556

23 opiniões sobre “Por que Psicólogos (e estudantes de Psicologia) precisam fazer terapia?”

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s