Método Montessori – Outro olhar sobre ensino e aprendizagem


Por: Psicóloga Ane Caroline Janiro

O Método foi fundado pela médica italiana Maria Montessori, que defendia que a criança tem por si só a capacidade de aprender, basta que lhe sejam dadas ferramentas para isso. É uma filosofia de autoeducação através da cultura, reconhecimento de responsabilidades e liberação das potencialidades do ser humano. O processo de ensino e aprendizagem abrange então da gestante ao bebê, da criança ao adolescente e também o professor.

Na verdade, este método engloba um conjunto de práticas, materiais didáticos, teorias e mais do que isso, seu principal conceito é que a educação seja desenvolvida com base na evolução da criança e não o contrário.

Existem seis pilares educacionais no Método Montessori, que devem ser incluídos no processo educacional em união:

  • Autoeducação
  • Educação cósmica
  • Educação como ciência
  • Ambiente preparado, adaptável e sensível
  • Adulto preparado
  • Criança equilibrada

E o que quer dizer cada um destes conceitos?

  • Autoeducação: Diz respeito à capacidade inata que todo ser humano tem de aprender. A criança naturalmente explora o ambiente à sua volta, porque tem curiosidade, desejo por conhecer e descobrir. Por isso é tão importante ter um ambiente preparado para essas descobertas e também apresentar materiais adequados para as crianças, de modo que elas possam desenvolver suas potencialidades, cada uma a seu ritmo.

montessoriano4

Foto: http://emmafiorezi.com.br/blog/?p=7843

  • Educação cósmica: “Cosmos” significa “ordem”. Esta é considerada a melhor forma de ajudar a criança a compreender o mundo, pois ela precisa entender que tudo tem uma função no mundo, inclusive ela, que deve entender qual é seu papel e como ela pode contribuir para melhorar o ambiente onde vive.
  • Educação como ciência: O professor, com base no Método Montessori, irá observar, analisar hipóteses e as teorias que são mais eficazes ao seu trabalho, de acordo com cada criança. Educação como ciência então é a forma de compreender o processo de ensino e aprendizagem da criança.
  • Ambiente preparado, adaptável e sensível: É o local onde a criança pode explorar, conhecer e desenvolver a sua autonomia, sendo assim, é um ambiente planejado e construído pensando na criança, atendendo às suas necessidades psicológicas e biológicas. Normalmente a mobília destes ambientes possui tamanhos e materiais adequados a elas, que proporcionem um pleno desenvolvimento, ou seja, é um local sensível às demandas da criança.

palos-verdes-montessori-preschool-1

Foto: http://galleryhip.com/montessori-materials-for-toddlers.html

  • Adulto preparado: Segundo o Método, é o profissional que atua como facilitador do desenvolvimento completo da criança, que tem conhecimento das fases do desenvolvimento infantil, domínio sobre as técnicas e ferramentas de ensino e guia este processo de aprendizado.
  • Criança equilibrada: É a criança em seu processo de desenvolvimento natural. A criança, quando dispõe de ferramentas, ambiente preparado e adulto preparado, pode apresentar o máximo de suas habilidades inatas.

“Uma das provas da correção do processo educacional é a felicidade da criança”.
Maria Montessori

O Adulto Preparado (Professor)

O perfil do professor Montessoriano é “firme nas bordas e empático no centro”, ou seja, responde de forma empática aos sentimentos da criança e estabelece de forma firme os limites para o grupo (Autoridade). Além disso, através de observações, ele é capaz de inferir a intenção e as necessidades dos alunos (Observador). Os alunos entendem que podem sempre recorrer ao professor como fonte de conhecimento e auxílio (Dispõe de recursos, é consultor). O professor não somente orienta e dá comandos, mas também incorpora comportamentos, disposições, aspirações e possibilidades do ambiente (É modelo).

Materiais de desenvolvimento

Com os materiais oferecidos, as crianças tem a possibilidade de aprender interagindo com o ambiente. Por meio da atividade espontânea desta interação, a criança se desenvolve naturalmente. Estes materiais envolvem atividades de diversas temáticas, como linguagem, matemática e geometria, sensoriais, práticas e responsabilidades da vida cotidiana.

montess 3

Foto: http://galleryhip.com/montessori-materials-for-toddlers.html

Como foi dito, existem ainda muitos outros conceitos, técnicas e teorias envolvidas no Método Montessori e voltaremos a falar dele no Psicologia Acessível. Falamos em linhas gerais de alguns pontos deste método e é importante deixar claro que é uma alternativa educacional, não sendo considerada como melhor ou pior, mais eficaz ou menos eficaz, assim como outros métodos de ensino e aprendizagem.

Referências: 

Associação Brasileira de Educação Montessoriana (ABEM)

Lar Montessori


OBS.: Todo o conteúdo desta e de outras publicações deste site tem função informativa e não terapêutica.

Gostou deste conteúdo?

Compartilhe utilizando um dos botões abaixo!
Cadastre-se também na opção à sua direita “Seguir Psicologia Acessível” e receba os posts em seu e-mail!


10516729_1448233238791949_8127215912485502492_n


Sobre a autora:

Ane Caroline Janiro – Psicóloga clínica, idealizadora e editora deste blog.
CRP: 06/119556

 

.



publi-caderno-minha-rotina

11 opiniões sobre “Método Montessori – Outro olhar sobre ensino e aprendizagem”

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s