Dicas de Filmes Inclusão

[Dica de Filme] “Como estrelas na Terra” fala sobre a Dislexia

O filme é indiano e conta a história de Ishaan Awasthi, um garotinho de 9 anos de idade que tem Dislexia e, incompreendido, repetiu o terceiro período na escola e está prestes a repetir novamente.

A indicação valiosa do Psicologia Acessível hoje é do filme “Como estrelas na Terra: toda criança é especial”.

O filme é indiano e conta a história emocionante de Ishaan Awasthi, um garotinho de 9 anos de idade que tem Dislexia e, incompreendido, repetiu o terceiro período na escola e está prestes a repetir novamente.

Nas palavras de Ishaan, “as letras dançam em sua frente”, por isso, ele tem muita dificuldade em se concentrar nas aulas, algo que não é aceito pelo pai que, muito rígido, acredita que o baixo desempenho do filho na escola está relacionado com a falta de disciplina. Ele decide então levar Ishaan para um internato, onde a filosofia central é a de “disciplinar cavalos selvagens”, o que acaba fazendo com que o garoto sinta cada vez menos vontade de aprender e de se desenvolver.
Além disso, o menino sofre muito com a distância da família, especialmente da mãe, que mal teve chances de opinar na decisão do pai.

Um professor substituto de artes surge então no filme e, constatando suas suspeitas acerca da Dislexia no garoto, passa a reunir esforços para despertar novamente em Ishaan a esperança e a vontade de aprender e superar seus obstáculos.

A partir de então a história fica cada vez mais cativante!

É possível assistir ao filme completo (Legendado em Português) abaixo:

Fonte vídeo: Youtube



Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção à sua direita “Seguir Psicologia Acessível” e receba os posts em seu e-mail!



12009753_1145254608837345_2914420128489159683_n


Sobre a autora deste blog:

Ane Caroline Janiro – Psicóloga clínica, idealizadora do Psicologia Acessível.
CRP: 06/119556

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

28 comentários

  1. eu descobri meu deficit com 30 anos e foi rotulada durante muito tempo, não sendo compreendida e hoje com o diagnostico continuo não sendo compreendida, mas eu sei que sou perfeita assim era pra ser desta maneira cabe a mim ser o meu melhor e superar

    Curtir

  2. Adorei o filme, olhei por duas vezes, e pude perceber com muita clareza a questão da dislexia.
    Sorte mesmo ele ter encontrado (no caso), um professor, que observou a dificuldade e diferente dos pais e demais professores soube interpretar de forma correta o distúrbio e pode ajudá-lo.

    Curtir

  3. Muito obrigado por trazer este emocionante e valioso filme para o conhecimento de muitos. É uma luz para pais e educadores. Tenho um neto que é dislexo. Ainda bem que a minha filha, é um também uma estrela na terra, e faz o que pode e muito mais para ajuda-lo. Assistimos o filme junto e se emocionamos demais.

    Curtir

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s