A Psicologia no Sistema Único de Assistência Social


Por: Joseane Barreto

A Psicologia no Brasil é uma profissão relativamente jovem, apesar de ser possível observar sua presença desde 1830, sendo a profissão de Psicólogo apenas regulamentada no ano de 1962. Se comparada às outras ciências, podemos afirmar que vivemos a infância da Psicologia no nosso país.

Desde o berço, a atuação do Psicólogo ficou enclausurada no modelo clínico tradicional, uma psicologia para poucos, para as elites. A profissão se estabelece no Brasil em um momento de mudanças significativas, nas quais os movimentos sociais tiveram um papel essencial na reformulação política do país.

A partir da Constituição de 1988, surge a Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS nº 8742, 1993, que passa a regulamentar o Sistema Único de Assistência Social. Muito mais que um texto oficial, a LOAS refere-se a um conjunto de ideias, concepções e direitos que introduz uma nova forma de pensar e de atuar na assistência social.

Uma nova forma de pensar em questões sociais foi inaugurada a partir daquele momento, criando para os Psicólogos a necessidade de posicionar-se socialmente e, por meio desse posicionamento, construir um novo lugar para a Psicologia no Brasil. Espaços de trabalho foram abertos, novas formas de atuar foram tomando o lugar da tradicional clínica para as elites, assumindo assim uma nova relação com a sociedade.

A assistência social no Brasil passa da caridade ao direito. Diante dessas recentes mudanças, o Psicólogo que atua no Sistema Único de Assistência Social tem como primeiro desafio compreender qual o lugar da Psicologia no âmbito das políticas de assistência. A pergunta é: afinal, como a ciência psicológica pode contribuir para o fortalecimento do SUAS e para a diminuição das desigualdades sociais?

Dentre as possibilidades de contribuição da Psicologia, podemos destacar a participação ativa na formulação das políticas sociais, a participação em pesquisas e discussões que repensem as práticas nos equipamentos assistenciais e que colaborem para a superação dos antecedentes históricos da prática socioassistencial (ista), fortalecendo assim o modelo do SUAS.

Diante de todos os desafios encontrados na construção do fazer do Psicólogo no SUAS, o profissional deve buscar uma compreensão dos fenômenos sociopsicológicos que atravessam o trabalho na assistência e trabalhar para construção da emancipação e do protagonismo social da população.

Um artigo não daria conta de abordar todas as implicações e possibilidades do trabalho do psicólogo no Sistema Único de Assistência Social, muitos aspectos precisariam ser discutidos separadamente, mas cumpre o papel de ressaltar o importante papel da Psicologia na construção de uma sociedade mais justa.

Joseane Barreto – Psicóloga CRP 19/2970
Formada pela Faculdade Pio Décimo. Possui capacitação na área de assistência a crianças e adolescentes em situação de risco; SUAS – Sistema Único de Assistência Social; e capacitação no Sistema de Detecção do Uso abusivo e dependência de substâncias psicoativas. Idealizadora do Projeto Escutar – Psicologia a serviço da comunidade. É psicoterapeuta na abordagem Cognitivo-Comportamental e atende crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Atende na Clínica Plenum Saúde Integrada. Rua Deputado Euclides Paes Mendonça, 784. Bairro Salgado Filho – Aracaju/SE.
Contatos:
(79) 99946 0151 / 98871 4738
Plenum – Saúde Integrada: (79)  3243 3999.
Site
E-mail: joseanebarreto.psico@gmail.com
Facebook
Instagram

Imagem: SUAS – Sistema Único de Assistência Social

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção à sua direita “Seguir Psicologia Acessível” e receba os posts em seu e-mail!


12009753_1145254608837345_2914420128489159683_n


Sobre a autora deste blog:

Ane Caroline Janiro – Psicóloga clínica, idealizadora e editora do Psicologia Acessível.
CRP: 06/119556

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

2 opiniões sobre “A Psicologia no Sistema Único de Assistência Social”

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s