Autoestima e Motivação Carreira Coluna Ane Caroline Janiro

Qual o propósito daquilo que você faz todos os dias?

Por: Ane Caroline Janiro | Sim, porque é preciso ter um propósito maior que a obrigação, ou do que ganhar dinheiro para pagar as suas contas... É claro que em muitos momentos precisamos sim fazer coisas de que não gostamos muito, afinal, a vida não é feita somente daquilo que nos agrada.

Por: Psicóloga Ane Caroline Janiro

Qual o propósito daquilo que você faz todos os dias?

Sim, porque é preciso ter um propósito maior que a obrigação, ou do que ganhar dinheiro para pagar as suas contas…

É claro que em muitos momentos precisamos sim fazer coisas de que não gostamos muito, afinal, a vida não é feita somente daquilo que nos agrada. Mas se a maior parte de seus dias e sua vida tem sido dedicadas a coisas que você faz contra a sua vontade, quanto de você mesmo, da sua essência, você tem aberto mão?

“Ah, mas as coisas que eu mais gosto de fazer, não dão dinheiro”, “Talvez se eu fosse mais jovem, mas agora é tarde demais”, “Tenho muitas responsabilidades, não posso abrir mão”. Na prática, é possível sim traçar um plano de ação onde você consiga, ainda que não imediatamente, mudar a sua rota. É natural que o medo do novo assuste, que preocupações como essas passem pela nossa cabeça que, nem sempre, nos impulsiona a correr riscos, mas sim a nos mantermos naquilo que é mais seguro.

Todas essas preocupações são válidas e é preciso manter os pés no chão. Saber também que, mesmo que você escolha atividades mais prazerosas, escolha realizar os seus sonhos, não serão somente flores no seu caminho e inevitavelmente será preciso abrir mão de certas coisas.

O que precisamos considerar são todos os prós e contras envolvidos em nossas escolhas.

Vejo circular pela internet uma frase que desconheço a autoria, mas com uma profunda verdade: “aquilo que fazemos sem obrigação é o que define quem somos”. Por mais responsabilidades que você tenha em sua vida, são aquelas escolhas que você faz por conta própria que dizem quem você é de verdade.

Não tenha medo de mudar o que não te faz feliz e nem de pedir ajuda para isso se for preciso.


12009753_1145254608837345_2914420128489159683_n


Sobre a autora:

Ane Caroline Janiro – Psicóloga clínica, idealizadora e editora do Psicologia Acessível.
CRP: 06/119556


*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s