Quem ele pensa que é?


Por: Maria Fernanda Medina Guido

Pense na última vez em que você se sentiu ofendida, magoada, humilhada. Acredito que se você analisasse a situação e pudesse me explicar pessoalmente, provavelmente eu entenderia e te daria alguma razão. No entanto, por que será que a situação te deixou tão irritada? Possivelmente porque você foi confrontada. Toda vez que algo te afronta, vai contra o que você acredita ou aprendeu. Quando te julgam ou te desprezam, você se ofende, muitas vezes não pela gravidade da situação em si, mas porque VOCÊ não merece tanto descaso, VOCÊ não pode ser desrespeitada, VOCÊ não pode ser tratada com tamanha injustiça. Reconhece essa voz? Concordo que você não merece nada disso. Mas sem querer ser indelicada, por que os outros não podem TE magoar, TE destratar, TE ignorar ou simplesmente por que as pessoas não podem não gostar de VOCÊ? Não é legal mas acontece o tempo todo e com todo mundo.

Acredito que você seja uma pessoa especial, mas entenda, pessoas especiais também sofrem injustiças. Quando algo acontecer, se defenda da melhor maneira que puder, resolva a situação como melhor lhe parecer, mas não deixe que os pensamentos que seguem a linha: “quem ele pensa que é para me tratar assim”, “eu não acredito que ela fez isso comigo” ou qualquer coisa do tipo te envenenem. Eles são armadilhas que te colocarão numa posição de vítima e ainda potencializarão sentimentos ruins. Aceite a situação. Aceitar a realidade não se trata de passividade, mas sim do primeiro passo para que uma mudança interna ocorra.

Ouvi certa vez em uma palestra “a raiva é sempre egocêntrica”. Para mim faz todo sentido. Sentimos raiva porque as coisas não saíram como queríamos, porque as pessoas não agiram como esperávamos, porque a vida não deveria ser assim. Da próxima vez que algo te irritar, pense que você tem duas escolhas: a primeira é se ofender profundamente porque você não merece tal injustiça e passar o dia ou até mesmo dias, sentindo dor de estômago, dor de cabeça e todo o repertório de mal-estar que a raiva libera em nosso corpo ou sentir-se irritado por um período porque afinal de contas você é humana, mas cortar a irritação assim que possível e tocar a vida em frente por entender que faz parte da vida ser contrariado. A escolha é sempre sua, não parece, mas é você que escolhe como quer se sentir.

Quando essa voz interna vier te inflar porque te fecharam no trânsito, porque te sacanearam ou até mesmo porque alguém te deixou de lado, respire fundo e tente avaliar a situação deixando esse EU inflado de lado. Essa situação merece tanta atenção assim? Pense, “daqui 01 ano isso será uma coisa da qual ainda me lembrarei?” Na maioria das vezes a resposta para essas perguntas será não. E se será não, acalme seu ego e vá ser feliz, amanhã será um novo dia!

Imagem: Pinterest

Colunista:

Maria Fernanda Medina Guido
Psicóloga – CRP 06/96825

Psicóloga formada pela Universidade Metodista de Piracicaba em 2006, especializada em Gestão de Pessoas pelo IBMEC, com mais de 10 anos de experiência em Recursos Humanos, atendendo individualmente adultos na abordagem Gestalt Terapia nas mais diversas queixas, desde 2012 em clínica particular e convênios.
Contatos:
http://www.mfernandapsicologa.com.br
(11) 97452-5200
e-mail: contato@mfernandapsicologa.com.br
Facebook.com/psicologamfernanda

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

 

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s