Quando nascem os PAIS


Por: Ana Rafaela Bispo da Costa

Você já sentiu isso? Aquela sensação de que não está preparado?

Você não sabe o que, mas agora sente que precisa realizar algo grandioso e nem sabe se está pronto para isso. É tudo que você sempre sonhou, sempre quis e planejou e mesmo assim aquele frio na barriga.

Você sente o amor fluir dentro de você, sente-se confiante. Você sabe que sua tarefa agora é de grande responsabilidade e terá impacto na sociedade e nas pessoas à sua volta.

Mas você está com medo.

Você tem medo de não ser o melhor dos pais, tem medo de não saber educar aquela criança, medo do novo, tem medo de não proporcionar tudo o que ela precisa. E acima de tudo, tem medo de estar certo e seu filho te achar péssimo um dia.

Talvez isso seja apenas uma ilusão, coisas da sua cabeça e insegurança do seu coração. Afinal, você com tamanha responsabilidade nas mãos, tem o direito de ficar inseguro.

Sim, você tem esse direito. É normal sentir medo diante de tal situação. Agora você é responsável por um ser humano totalmente dependente e em desenvolvimento. Agora você irá se descobrir como cuidador, provavelmente irá reviver muitos momentos e refletir sobre eles.

Logo, a questão não é tanto sobre o nascimento de seu filho, e sim, sobre o nascimento do mais novo papai ou mamãe.

Nasce alguém que agora é responsável pela educação de uma criança, pelo seu sustento, pelo carinho e afeto que ela precisa nos primeiros anos de vida, nos primeiros 18 anos de vida, diga-se de passagem, que é quando ela finalmente se torna independente.

O ponto é: como ser bons pais e obter a educação desejada e o carinho e afeto que seu filho precisa? Não há receita de bolo, mas uma coisa é certa, dê o melhor de você, se informe quando não souber e busque ajuda quando precisar, que o resto virá.

“Dia desses estava conversando com minha mãe, lembrando de um episódio em que eu e meus irmãos levamos uma bronca e tanto, por tentar burlar uma ordem dela. E é claro, não conseguimos. Demos risada e ao final ela meio sem jeito disse: Acho que fui uma péssima mãe.
Eu respondi: Muito pelo contrário, só me lembro disso porque marcou minha vida e me fez aprender a cumprir regras e obedecer, você fez seu papel e muito bem feito.
Ela sorriu e continuamos em outros papos.”

É claro que muitas vezes os pais acham que certas atitudes podem ser um exagero, mas pensem se quando seus filhos forem maiores e se lembrarem dessa atitude, será que irão lhe agradecer por ter ensinado o que era certo, por ter dado esse ensinamento com carinho e amor? Porque dizer não, limitar e colocar regras, é, sem dúvida, o maior ato de amor dos pais para com os filhos.

Aqui usei a palavra MAIOR não por acaso. Trata-se do MAIOR ato de amor justamente porque é o mais difícil de ser feito. O que exige bom senso e firmeza. E é o que lá na frente trará os maiores resultados. Educar significa orientar para a ação, e traduzindo isso para esta realidade, a maneira que você educa seu filho é a forma que você o orienta para suas ações no mundo.

Então pensando por esse lado os pais também precisam ser educados? Orientados para a ação de serem pais?

É exatamente isso. Os pais devem se orientar porque não é fácil ser pais de um dia para outro e é literalmente isso que acontece. Portanto, pais, procurem orientação sempre que necessário, leiam sobre o assunto, conversem com outros pais e, acima de tudo, sigam seu coração e seu instinto para educar seu filho para a vida.

Imagem: Pinterest

Colunista:

Ana Rafaela Bispo da Costa
CRP: 06/95603

Psicóloga pela UMESP
Pós Graduada em Especialização em Informática em Saúde pela UNIFESP
trabalha no auxílio ao desenvolvimento de crianças e adolescentes e suas famílias,
atuando na região do ABCD
Contatos:
(11) 982172197
ana_rafaela_24@hotmail.com

anacosta.psicosaude@hotmail.com
Facebook: Infância e Adolescência e os seus desafios na Família

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s