Mudar…


Por: Cris da Rocha

Tem gente que diz que para mudar basta querer, mas não é tão fácil assim. Às vezes se leva uma vida inteira para compreender determinadas coisas e mudar de fato.

Há de acontecer um exercício disciplinado para perceber quem realmente se é. E isso não se faz assim de uma hora pra outra, porque sempre nos vemos pessoas boas, com toda razão do mundo, justas, amigas, sinceras etc. Mas, na realidade, se tivermos uma visão realista de quem somos, fugiremos de querer saber o que é mudar. Mas aí não vale.

Mudança traz primeiro o encontro do ser humano consigo e depois é necessário ter uma visão de como ela atua no mundo. Há uma grande possibilidade de haver mudança se a pessoa conseguir ter uma noção disso tudo e começar a caminhada por MUDAR. E não estou falando de mudar tudo, até porque esta é uma caminhada árdua e diária, precisa ser incansável.

As mudanças vão acontecendo quando você tira sua vida e suas experiências do automático e passa a refletir sobre a vida que está levando. Não precisa ficar em estado reflexivo, nem virar um santo ou santa, mas é viver compreendendo que não estamos sozinhos no mundo. Vivemos naturalmente em grupo, eu afeto este grupo e este grupo me afeta e nós nos afetamos mutuamente gerando desconfortos, alegrias, amores e estranhamentos e até silêncios enormes. É aí que podemos pensar em mudar de verdade aquelas coisas que nos deixam mal, incomodados, insatisfeitos.

Mudanças vão trazer mal estar no começo, mas depois os efeitos positivos dela vão surgindo no decorrer do tempo. E vale a pena! Porque mudar traz amadurecimento.
Sempre quando chega o final do ano surgem inúmeros desejos, coisas pra fazer e mudar no ano seguinte. Interessante ter esta listinha de coisas a realizar. Mas importante mesmo é mudar a frequência de comportamentos repetitivos, sentimentos que impedem o crescimento e atitudes que te afastam das pessoas e elas de você. A não ser que este afastamento seja necessário para sua paz. Então é bastante importante pensar na forma que você tem pensado a vida e a forma como você age nela.

Mais positividade, menos reclamações, atitudes solidárias, tempo pra si próprio, um curso novo, um amor novo, novos amigos, novos lugares, novas posturas na vida, dentre outras coisas que você já deve saber.

Acredito que com esta vontade e mãos ao trabalho as mudanças podem ir acontecendo e te deixando mais confortável e Feliz!

Imagem: Pinterest

Colunista

Ana Cristina Vieira de Souza
(Cris da Rocha)

São Gonçalo – RJ
Professora d0 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental;
Formada desde 2007 em Pedagogia;
Especialização em Educação: Orientação Educacional, Supervisão e Administração Escolar, 2008;
Já atuou como Orientadora Educacional na rede pública de Ensino do Município de Itaboraí do 1º ao 9º ano;
Trabalha com crianças e adolescentes no Projeto Sala de Leitura, onde atua como professora de Literatura, estimulando crianças e adolescentes ao desejo e hábito de ler.
Atualmente é estudante do curso de Psicologia nas Faculdades Integradas – FAMATH, em Niterói.
Contato: prof-anacris@hotmail.com

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui). 

2 opiniões sobre “Mudar…”

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s