Coluna Renan Gomes Lara Violência Violência contra a mulher violência psicológica

Quais são os aspectos psicológicos que a violência doméstica causa?

Uma reflexão sobre algumas das consequência psicológicas da violência doméstica.

Por: Renan Gomes Lara 

Ao entendimento, a história feminina é ainda desconhecida pela sociedade, pois existem as desigualdades entre o sexo masculino e feminino. Observa-se no tema da violência doméstica que a construção dos papéis diferenciados atribui normalmente à mulher o lugar de inferioridade, sendo assim, passa a ser submissa a vontade do homem e quando age de forma oposta, nesse contexto, é agredida.

Disposto a essa dinâmica de conhecimento, compreendemos que a violência doméstica é um fenômeno muito complexo, pois diversas são as causas para a permanência neste ciclo de dor e sofrimento, assim os danos são significativos à estrutura emocional da mulher, além de constituir uma violação aos seus direitos como cidadã.

Os estudos dos autores supracitados identificaram as principais consequências psicológicas que afetam a saúde psíquica das mulheres vítima de violência doméstica e suas relações no âmbito familiar correlacionando com a psicologia. Nestes aspectos foram encontrados os sintomas mais comuns que são insônia, pesadelos, falta de concentração, irritabilidade, falta de apetite, e até o aparecimento de sérios problemas mentais como a depressão, ansiedade, síndrome do pânico, estresse pós-traumático, além de comportamentos autodestrutivos como: o uso de álcool, drogas, ou mesmo tentativas de suicídio.

Nessa concepção compreende-se que a violência atinge todas as classes sociais, idades, culturas, etnias, religiões e está presente na sociedade machista de uma forma geral. Traz diversas sequelas psicossociais como: medo, isolamento, tristeza, baixa autoestima, ansiedade, vergonha, pois sempre será cobrada por seus atos.

Esse fenômeno crescente divulgado nos meios de comunicação ainda causa grande desconforto, pois a sociedade de forma geral é leiga e não consegue formar uma opinião concreta a essa temática, assim parte para o julgamento e culpabiliza a mulher por suas atitudes, fazendo com que a mesma perca a sua autonomia em relação a sua própria vida conjugal.

Cabe ao psicólogo se pautar nessa temática da violência doméstica, contribuindo em toda a sua vertente para o resgate dessa mulher com técnicas de escuta qualificada, acolhimento, procurando olhar de maneira holística esse ser humano fragilizado que tanto busca um atendimento em momento de total desamparo.

Neste sentido a psicologia também busca compreender essa problemática e as diferentes formas de manifestação de tal fenômeno a fim de proporcionar uma assistência adequada a essas vítimas, fortalecendo a autonomia, a autoestima, seu poder de decisão, desejos e vontades que ficaram anulados durante todo o período em que permaneceram nesta relação marcada pela violência e assim possibilitando o surgimento de novas alternativas para lidar com esta questão.

Referência

SANTOS, Maria Antonia dos. Aspectos psicológicos causados em mulheres vítimas de violência doméstica./ Maria Antonia dos Santos./ Renan Gomes Lara – Campo Grande: Faculdade UNIGRAN Capital, 2016.

Imagem: Pinterest

Renan Gomes Lara

Estagiário de Psicologia na Prefeitura de Campo Grande – MS
Atua na promoção da saúde com escuta qualificada, acolhimento e presta informações aos usuário do Sistema Único de Saúde – SUS na Unidade de pronto atendimento – UPA.
Estudante de Psicologia na Faculdade Unigran Capital em Campo Grande – MS
Atuou na Caravana da Saúde na cidade de Campo Grande
Participa do Projeto Posso Ajudar
Contatos:
Whatsapp: (67) 99269-9508
E-mail: reenamportales@gmail.com

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

4 comentários

    1. Por medo, por falta de apoio, por falta de amparo, por vergonha, por se sentir incapaz de enfrentar a situação e os olhares de reprovação e dúvida.

      Curtido por 1 pessoa

  1. Só quem já passou é que sabe como é difícil e desgastante para a mulher viver sob violência, seja ela qual for. É muito importante o acompanhamento psicológico, para que a mulher se sinta encorajada a sair desse tipo de relacionamento o mais rápido possível.

    Curtir

  2. Infelizmente ainda existe muitas mulheres que optaram em viver em silêncio, com a dor, a vergonha de se expor. muitas delas busca ajuda mais não encontram amparo na lei….

    Curtir

Deixe uma resposta para France Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: