Transtornos Psicológicos associados à infância: Ansiedade


Por: Camila M. Fernandes

Farei uma sequência de textos para explicar um pouco mais sobre alguns transtornos psicológicos associados à infância.

Diferente do que muitos acreditam, não são apenas os adultos que sofrem com alguns transtornos como ansiedade, depressão, TOC, estresse pós traumático, entre outros.

Nesse texto inicial, falarei sobre Transtorno de Ansiedade.

Os transtornos de ansiedade em crianças e adolescentes são bem comuns e fazem parte do grupo de transtornos que mais ocorrem na infância. Problemas de ansiedade podem causar inúmeros efeitos no dia a dia de uma criança, dificultando seu desenvolvimento familiar, de amizades ou até mesmo atrapalhar seu desenvolvimento na aprendizagem.

A ansiedade popularmente é conhecida como algo ligado ao futuro, e quando falam isso, referem-se ao fato de que a ansiedade é movida por questões como a preocupação, e nossas preocupações geralmente são referentes a situações que ainda não ocorreram. Entre as preocupações mais comuns para as crianças estão: ir bem na escola, morte e problemas de saúde.

A ansiedade é uma resposta necessária para o bom funcionamento de uma pessoa. É como se ela fosse uma defesa do corpo para quando não sabemos o que vai acontecer. É uma autoproteção. E é graças a ela que ainda existimos. Torna-se um problema quando começa a tomar uma proporção muito grande e começa a atrapalhar a vida da pessoa.

Mas vale lembrar que nem toda resposta de ansiedade vinda de uma criança pode ser considerada como transtorno. Há medos de crianças que a acompanham ao logo do seu desenvolvimento que são considerados como normais e podem estar associados a questões de adaptação ou estresse.

Abaixo descreverei os medos mais comuns de acordo com cada faixa etária:

– do nascimento até os 6 meses: perda do contato físico com a mãe e ruídos muito fortes;

– dos 7 aos 12 meses: pessoas estranhas, situações diferentes e ansiedade de separação (separação real ou ameaça em relação a pessoa da qual gosta e estabelece vínculos);

– dos 2 aos 3 anos: medo de animais;

– dos 3 aos 6 anos: medo do escuro, medo de criaturas imaginárias e medo de perder pessoas próximas;

– dos 6 aos 10 anos:  preocupações em se machucar e preocupações acerca da escola;

– dos 10 aos 12 anos: preocupações com amizades;

– a partir dos 13 anos: preocupação com relação ao sexo oposto, a serem independentes e planos futuros para a vida.

Ressaltando que as idades são apenas uma relação, um comparativo. Pode acontecer de esses medos durarem um pouco mais do que foi descrito, e isso nem sempre precisa ser motivo de preocupações, mas vale a pena ficar atento.

A busca por terapia é sempre boa nesses casos, para que assim a criança aprenda a lidar e entender seus pensamentos e sentimentos. Perceber como o corpo lhe avisa sobre a ansiedade e como lidar com isso, assim como também orientar os pais sobre como reagir a cada medo e ansiedade de seu filho, de forma que possam passar por isso sem muitos danos.

Referências:

STALLARD, P.  Ansiedade. Terapia Cognitivo- Comportamental para crianças e jovens. 1ª Ed. Porto Alegre, 2010.

PETERSEN, C. S.; WAINER, R. Terapias Cognitivo-Comportamentais para crianças e adolescentes. 1ª Ed. Porto Alegre, 2011.

Imagem: Pinterest

Colunista:

Camila M. Fernandes
CRP: 06/109118

Psicóloga Clínica. Formada pela Universidade São Judas Tadeu.
Aprimoramento Clínico na Abordagem Cognitiva pela Universidade São Judas Tadeu.
Atendimento no Tatuapé, Zona Leste de São Paulo-SP
Contatos:
E-mail: psico.camilamartins@gmail.com
Facebook.com/psicocamilafernandes

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

 

Uma opinião sobre “Transtornos Psicológicos associados à infância: Ansiedade”

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s