A ansiedade nos nossos dias


Por: Juliana Lima Faustino 

Não é novidade para ninguém o fato de estarmos  vivendo em um mundo onde cada vez mais as pessoas estão sofrendo com problemas de ansiedade e depressão. O que ainda precisa ser compreendido é o quanto nosso estilo de vida tem nos feito adoecer, vivemos sob muita pressão e cobranças, corremos de um lado para o outro tentando acompanhar o ritmo das mudanças constantes na sociedade.

Estamos o tempo todo recebendo novas informações de todos os lados, temos que estar sempre atentos às notícias que surgem diariamente sobre diferentes tipos de assuntos, são novos golpes, novas doenças, mudanças na previdência, mudanças na política  e tantas outras novidades. Além disso, temos a preocupação de escolher o melhor tipo de dieta, o melhor esporte, a melhor faculdade e também temos que entender de política, de vida fitness, de futebol e ainda de temos que lembrar de registrar toda nossa vida nas redes sociais… ah, e  de saber o que os outros estão fazendo.

Estamos sempre ocupados e desempenhando tantos papéis que não temos tempo para mais nada, nem mesmo para pensar nos nossos muitos problemas. Inconscientemente, muitas vezes, fugimos para o shopping, para a televisão ou para internet, fugimos sim, de nós mesmos, de resolvermos dentro de nós as questões que fingimos não existir.

E é impressionante a quantidade de opções que temos para preencher o nosso tempo, quantas opções de trabalho, de esportes, de comida, de roupa, de celulares, frequentemente nos sentimos perdidos, queremos fazer tudo ao mesmo tempo, e cada escolha envolve uma renúncia. E ficamos com aquela sensação de que poderíamos ter escolhido melhor.

A questão é que tudo na vida passa, e o que é novidade logo deixa de ser, não demora muito surge um esporte novo, um curso novo, um celular novo, etc., e lá vamos nós atras daquela sensação passageira de felicidade. Empenhamos todos os nossos esforços e tempo em coisas que nos preenchem por tão pouco tempo.

Os consultórios de psicologia estão cheios de pessoas ansiosas e depressivas que não possuem tempo para cuidar de si mesmas, estão com as agendas lotadas de tarefas e compromissos que elas não conseguem dar conta, fazendo coisas que não gostam, mas fazem porque acreditam que precisam fazer.

Estamos em constante correria, sob a pressão de termos que dar conta de tanta coisa e toda essa pressão gera ansiedade e muitas pessoas não sabem como lidar com ela, muitas se afundam em vícios ou desenvolvem comportamentos compulsivos.

É importante refletirmos sobre o estilo de vida que temos levado. Porque fazemos as escolhas que fazemos? O que realmente estamos buscando? Porque precisamos de tanto? Todo excesso é prejudicial. Quando nos falta o equilíbrio, adoecemos, e tudo passa a perder o significado. Viver tentando atender às exigências desse mundo é um trabalho árduo demais que muitos pagam com a vida. Enquanto nosso objetivo for buscar a perfeição estaremos sempre nos frustrando, mas se entendermos que a vida é só uma e que não conseguiremos ter e ser tudo, sobrará espaço para sermos apenas o melhor que podemos, competindo conosco mesmos na busca da mudança e crescimento pessoal que consequentemente influenciará o mundo à nossa volta.

Imagem: Pinterest

Colunista:

Juliana Lima Faustino
CRP 05/43780

Psicóloga clínica (PUC-Rio 2008), terapeuta cognitivo-comportamental (Cepaf-RJ 2011), Psicóloga na ONG Pra Melhor. Experiência clínica no tratamento de transtornos de ansiedade, estresse, depressão, relacionamentos e transtornos alimentares.
Contatos:
Cel: (21) 98108-1978
E-mail: julianafaustinopsi@gmail.com
Fan Page: www.facebook.com/julianafaustinopsicologa
Blog: Cuidando das Emoções: www.psijulianafaustino.wordpress.com
Instagram: www.instagram.com/psico_juliana

 

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s