Depressão e Adolescência


Por: Laura Lima

A adolescência é um período de muitas descobertas, mudanças e conflitos. Algumas dessas mudanças, comportamentais e/ou emocionais são características da idade. Neste momento da vida, o sujeito torna-se mais vulnerável à depressão, porém há dificuldades no diagnóstico.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) a depressão é o principal problema de saúde entre os adolescentes e diretamente ligado ao suicídio, uma das três maiores causas de morte na faixa etária de dez a dezenove anos, juntamente com acidentes de trânsito e o vírus da AIDS.

O questionamento sobre o futuro e as mudanças corporais são fatores e exemplos que causam alterações de humor, porém é necessário que alguns sintomas e sinais tenham duração de pelo menos duas semanas.

Sintomas:

  • Diminuição do interesse por atividades que sempre gostou;
  • Ganho ou perda de peso brusca;
  • Agitação ou apatia;
  • Perda da capacidade de concentração;
  • Insônia ou excesso de sono;
  • Cansaço;
  • Sentimento de culpa;
  • Ideias suicidas.

Sabemos que o ambiente familiar é importante ao desenvolvimento do adolescente, no entanto, se neste contexto há cobranças extremas, conflitos frequentes, falta de diálogo e atenção, este pode ser um gatilho que desencadeia a doença.

É fundamental o apoio familiar no tratamento dos adolescentes com depressão. Os pais devem acompanhar o tratamento, ouvir as orientações dos profissionais e não rotular o estado emocional do filho como “frescura” ou “preguiça”.

Ao perceber sintomas ou sinais de depressão, a ajuda profissional  que será de extrema importância neste processo para um diagnóstico completo e posterior tratamento da maneira mais adequada ao paciente.

Imagem capa: Pinterest

Laura Lima
CRP 06/114761

Formada pela Universidade Paulista
Atende em Valparaíso/SP no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS I) e
Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF)
Contatos:
Email:  la_glima@hotmail.com
Facebook: @PsicoLauraLima

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

4 opiniões sobre “Depressão e Adolescência”

  1. Pingback: escreversonhar
  2. Acho importante salientar que estes sintomas só estarão dentro da indicação clínica quando se manterem no indivíduo por mais de duas semanas ou mais . Adolescentes apresentam sentimentos de menos valia e isolam-se também por sensações e emoções descompensadas. Vale a pena investigar melhor a durabilidade dos sintomas.

    Curtir

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s