As 10 atitudes para um relacionamento promissor


Por: Ana Rafaela Bispo da Costa 

É também nos relacionamentos com o outro que o indivíduo se descobre, descobre seus limites, suas ambições, as coisas que suporta e as que não tolera. Descobre como se tornar um ser humano melhor e como contribuir para que o outro também cresça. Por isso, é fundamental que o relacionamento seja um meio de crescimento, aprendizado e trocas e não de sofrimento, tristezas e conflitos exagerados. Para isso vejamos as 10 atitudes que podem contribuir para o sucesso do seu relacionamento:

1 – Estar conectado a si mesmo

Antes de pensar no relacionamento é essencial avaliar o relacionamento consigo mesmo. Como você se percebe, quais os pontos fortes e o que tem a melhorar. As coisas que gosta e, as que não gosta. Não é incomum que as pessoas projetem suas próprias frustrações no outro, ao invés de entendê-las e resolvê-las, impactando no relacionamento.

2 – Estar bem resolvido com o passado

Detectar momentos vividos que possam ter gerado traumas ou aprendizados, saber lidar com esses momentos, tirar proveito das coisas boas para conseguir seguir adiante sem interferência no relacionamento atual. Cada pessoa é diferente, portanto, cada relação será única, e o passado é apenas uma bagagem que ambos carregam. Que seja uma bagagem leve cheia de conhecimento e aprendizado.

3 – Saber qual seu objetivo no relacionamento

Entrar numa relação porque todos a sua volta estão comprometidos ou porque a outra pessoa quer, pode não ser uma boa. É importante que você saiba o que busca estando com alguém, quais os seus objetivos e quais os objetivos do outro. Estar no relacionamento sem saber onde se quer chegar pode gerar desgaste e frustração.

4 – Reconhecer as qualidades e defeitos do parceiro

Agora é hora de olhar também para a outra pessoa, notar suas qualidades e defeitos. Parece simples, mas é comum ver as pessoas enfatizando o lado ruim, até porque é o que chama atenção por gerar conflitos. Porém, fará a diferença tentar enfatizar também as qualidades do parceiro e o quanto elas são importantes para você e para a relação.

5 – Pesar qualidades e defeitos

Depois de identificar essas características, colocá-las na balança vai ajudar a perceber aquelas com as quais você conseguirá conviver e as que não e decidir se é o caminho a seguir. Até porque o que é qualidade para um pode não ser para o outro e vice versa. Bons relacionamentos não são composições de pessoas perfeitas, geralmente o que se vê é uma combinação complementar entre duas pessoas, que conseguem lidar com os defeitos da outra e ressaltar suas qualidades.

6 – Estar aberto ao novo

Esteja aberto a conhecer o novo, fazer coisas que a outra pessoa gosta, e que você pode passar a gostar também. Isso gera companheirismo e parceria. Estar fechado num relacionamento é prejudicial e desgastante, além de correr o risco de cair na rotina.

7 – Aprender com o parceiro

Não é porque você não pensa igual à outra pessoa que você esteja certo ou errado, apenas pensam diferente sobre determinado assunto. Assim como é importante estar aberto a novas atividades, é importante respeitar novas ideias, pois, se souber aproveitar, isso possibilita que você encare os acontecimentos por outro ângulo de visão, aumenta horizontes e diminui conflitos.

8 – Valorizar o diálogo

Muitos problemas se acumulam por falta de diálogo. Seja porque não há tempo, seja porque o casal pense que é a melhor maneira de evitar brigas. O fato é que o melhor é que haja sempre espaço para a conversa, para a expressão de sentimentos. Na maioria das vezes os problemas não são tão complexos, entretanto, se não resolvidos se tornam uma pilha enorme de picuinhas que podem gerar uma barreira. Aprenda e treine a ouvir e a falar o que sente com respeito e empatia.

9 – Valorizar os pequenos gestos

O mito do amor romântico inserido na cultura desde muito cedo pelos contos de fadas, príncipes e princesas e finais felizes, fazem com que, inconscientemente as pessoas esperem grandes demonstrações de amor e carinho. Porém a verdade é que o amor real é demonstrado através de pequenos gestos de respeito e cuidados diários. E ao esperar declarações de amor em praça pública ficam decepcionados e não se atentam ao que de fato importa.

10 – Demonstrar o quanto se importa

É claro que cada pessoa demonstra carinho de formas variadas. O importante é estar sempre atento a demonstrar isso, fazer com que o outro perceba o quanto você se importa e não está indiferente às necessidades. Nem sempre você escreverá uma linda carta ou enviará flores, mas pode dedicar boa parte do seu tempo colaborando, ouvindo e cuidando do parceiro.

Colunista:

Ana Rafaela Bispo da Costa
CRP: 06/95603

Psicóloga pela UMESP
Pós Graduada em Especialização em Informática em Saúde pela UNIFESP
trabalha no auxílio ao desenvolvimento de crianças e adolescentes e suas famílias,
atuando na região do ABCD.
Contatos:
(11) 982172197
ana_rafaela_24@hotmail.com

Facebook: Tempo de Aprender-se

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

Uma consideração sobre “As 10 atitudes para um relacionamento promissor”

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s