Casca de Pão – cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é


Por: Claudiane do Rocio Quaglia Nunes

Muitos acreditam que o sofrimento e as decepções fazem parte da vida e que assim aprendemos a ser fortes.

O pão pode ser considerado um dos alimentos que fazem parte da história da humanidade. Em vários momentos o pão se fez presente, tendo o objetivo de alimentar ou de trazer à tona reflexões sobre partilha e egoísmo. Um alimento que traz consigo ensinamentos e força.

Este alimento faz parte do no nosso cotidiano. Em vários locais e culturas o pão está presente, apresentando-se de diferentes formas, sabores, aromas, cores e texturas, saciando quem está faminto.

Dificilmente percebemos que em objetos, instrumentos ou alimentos podemos aprender algo. Normalmente buscamos ensinamentos em livros, meios tecnológicos, ou até mesmo nas conversas com pessoas mais sábias. A vida nos ensina o tempo todo. Talvez o que não aprendemos é a enxergar isso.

Especificamente o pão em sua composição é constituído por miolo e casca, sendo que na maioria das vezes a preferência se dá pelo miolo, pois é mais macio e saboroso, já que tem suas peculiaridades. Entretanto, este alimento também é constituído da sua casca. Aquela que o protege, que é aparente, passível de observações e julgamentos.

Por uma analogia com o pão, podemos refletir com qual parte nos assemelhamos mais em alguns momentos da vida. Será que estamos mais parecidos com o miolo do pão? Saboroso, porém de difícil acesso e frágil. Ou será que temos similaridades com a sua casca? A casca demonstra força e rigidez, mas indica um fechamento constante.

Criamos uma casca em torno de nós mesmos. Assim, evitamos que as pessoas nos conheçam de verdade. Deixamos de mostrar aquilo que somos e aquilo que acreditamos.

A individualidade árdua nos persegue e decorrente deste processo parece que a casca do nosso pão só vai aumentando e nos protegendo mais.

Muitos acreditam que o sofrimento e as decepções fazem parte da vida e que assim aprendemos a ser fortes. Como se, desta maneira, tornássemos resistentes e imunes ao sofrimento.

Demostrar nossos sentimentos não é algo fácil. Nem todos estão preparados para compreender, ou melhor dizer, para ter acesso ao miolo do nosso pão.

Porém, se nos acostumarmos somente com a casca, nem nós mesmos saberemos qual é o nosso verdadeiro sabor. Tornamo-nos rígidos, deixamos de conhecer aquilo que nos constitui, nossos gostos, desejos, prazeres e anseios. Desconhecemos a nossa essência.

A junção da casca com o miolo é que retém o verdadeiro sabor.

Assim, ao reconhecermos e aceitarmos que somos passíveis de diversos sentimentos, sejam eles benéficos ou não, podemos entender que estes “ingredientes” são necessários e fundamentais para sermos nós mesmos. Somente assim sentiremos o sabor de uma iguaria.

Como diz um trecho da música Dom de Iludir de Caetano Veloso “Cada um sabe a dor e a delícia. De ser o que é”.

Que esta premissa seja real em nossas vidas.

Imagem capa: Instagram

Colunista:

Claudiane do Rocio Quaglia Nunes
CRP nº 06/134348

Psicóloga Clínica e Pedagoga
Formada pela Universidade Nove de Julho
Especialista pela Uninter em Psicopedagogia
Atende em São Paulo/SP
Observações: idealizadora do projeto Ideais de Mim
Contato:
claudianequaglia14@gmail.com

Blog: http://ideaisdemim.blogspot.com.br/

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s