Ser mãe…


Por: Eliete Medeiros

Ser mãe é uma experiência única, possibilita muito crescimento e aprendizado e, junto com os desafios que a maternidade traz, surgem novos caminhos, novas possibilidades, surge um novo olhar para o mundo. 

Ser mãe é viver uma mágica transformação diariamente, mágica essa que leva a aprender o que é o amor, o verdadeiro sentido da vida. Ou seja, ser mãe é a razão de entender como um ser humano pode ser forte, mesmo no momento em que todos possam julga-la impotente. Ser mãe é ter o colo perfeito, onde as lágrimas de dor se transformam em consolo, onde um beijo tem o poder de cura, onde todo o cansaço de noites mal dormidas é compensado com um sorriso daquele pequenino inocente e depois de certo tempo se transformam em história e novo aprendizado.

Ser mãe é entender aquela frase previsível que todas as mães dizem: “você só vai entender o porquê disso quando tiver seus filhos”. Esse e outros ditados populares começam fazer todo sentido. Fato é que rapidamente eles entram para o nosso repertório e, entre inúmeras descobertas que a maternidade traz, vem a capacidade de ouvir o silêncio de adivinhar sentimentos, de encontrar a palavra certa nos momentos incertos, de fortalecer quando tudo ao redor parece desabar. Quando se corta o cordão umbilical e a mãe recebe o filho nos braços pela primeira vez, é o coração que acolhe e aconchega, caem dos seus olhos as lágrimas mais verdadeiras, suas mãos deslizam pelo rosto do bebê e em questão de segundos ela faz juras de amor e se compromete a fazer o que for preciso para o faze-lo feliz e transformá-lo em pessoa realizada, promete amar, proteger, cuidar, em silêncio a mãe toca todas as parte do corpo do seu filho como se tivesse procurando o manual de instrução. Descobre, logo em seguida, que filho não vem com manual e que em nenhum livro ensina ser mãe, cada filho é único e traz consigo suas necessidades individualizadas, não existe uma receita para ser a melhor mãe, cada mulher constrói a sua maneira e essa descoberta se estende pela vida toda.

Contudo ser mãe também representa solidão, pois é um momento único, onde ela sente totalmente perdida com o filho nos braços, aquele ser tão pequenino, tão dependente.

Com um turbilhão de emoções à flor da pele, tudo ao redor continua como antes e só a mulher que se transformou. Por vezes isso representa solidão. Diante do seu novo olhar para o mundo não são pouca as vezes em que ela é incompreendida. Para piorar, muitas vezes a mãe também não entende o que está acontecendo com ela, sente vontade de correr, de gritar, se sente insegura, sente medo de tudo, de fracassar, de não ser a melhor, medo do desconhecido. Uma mistura desses sentimentos e uma onda de energia que provoca em seu interior a necessidade de buscar se realizar como mãe.

Ser mãe é ter o coração batendo fora do peito, ser mãe é não ter tempo para tomar um banho demorado, para comer, para dormir, é chorar e sorrir, é se desconstruir, é descobrir felicidades nas pequenas coisas, é esquecer de si mesma por desejar e vibrar com cada conquista do filho e nessa busca, descobre que mãe perfeita não existe, nem o certo ou errado. O que existe é uma criança que carece de cuidado, amor e limite e que a própria criança nos dá pistas de como lidar com ela. Ser mãe é ensinar pelo saber, pelo exemplo e pelo amor incondicional, que nada espera em troca. Amor este que até descobrir a gravidez não fazia ideia que existisse.

Imagem capa: Pinterest

Eliete Medeiros

“Sou mãe, professora e psicopedagoga”
Graduada em Pedagogia pela UNOPAR e
Pós-Graduada em Psicopedagogia pela FAVENI.
Contato:
elyetemedeiros@yahoo.com.br

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

 

2 comentários em “Ser mãe…”

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s