Autoconhecimento Autoestima e Motivação

Como acreditar em mim mesmo?

Uma coisa que precisamos entender é que nosso olhar está muito mais suscetível a ver e acreditar nos nossos erros, do que nos nossos acertos.

Por: Juliana Melo Santos

Umas das coisas que ouço na clínica é exatamente essa pergunta, “Juliana, eu não consigo acreditar em mim! Parece que tudo o que eu faço é ruim!” Uma coisa que precisamos entender é que nosso olhar está muito mais suscetível a ver e acreditar nos nossos erros, do que nos nossos acertos. A abordagem cognitivo comportamental (a linha teórica que eu sigo) chama isso de distorção cognitiva do tipo minimização dos aspectos positivos.

Mas o que são distorções cognitivas? As distorções cognitivas são basicamente formas erradas de pensar sobre a realidade, ou seja, são interpretações erradas que damos para as coisas que estão ao nosso redor e que acontecem no nosso dia a dia, e essa forma de pensamento gera uma série de consequências negativas. Mas e essa tal de minimização dos aspectos positivos, o que isso tem a ver com acreditar em mim? Esse nome difícil aí é uma das distorções que cometemos, e significa que a pessoa diz para si mesma que experiências, atos ou qualidades positivas não contam. Por exemplo: “Eu fiz esse trabalho na faculdade e tirei uma boa nota, mas isso não quer dizer que eu sou boa, eu apenas tive um bom dia!”. É como se a pessoa rejeitasse as experiências positivas que tem e só focasse naquilo que é ruim, mesmo que isso seja insignificante. Ou seja, quando eu só penso que tudo o que e faço é ruim, vai ser bem difícil eu acreditar em mim mesma, concorda?

Pois bem, agora você já sabe que rejeitar as suas qualidades ou as conquistas boas que você tem diariamente te geram um sofrimento ruim e te fazem desacreditar do seu potencial. Ter esse tipo de pensamento negativo é muito cruel com você mesma. Pense um pouco, quantas pessoas você conhece que só fazem coisas erradas? Quantas pessoas que você conhece não tem nada de bom para oferecer? Nenhuma! Então, o que te faz acreditar que você é dessa forma? Quais evidências você tem que comprovam que você é não tem nada de bom? Eu acredito muito que suas respostas para essas perguntas vão ser: eu não tenho nada que comprove que eu não sei fazer nada, eu tenho coisas boas em mim!

Um grande passo pra você começar a acreditar em você mesma é escrever suas qualidades em um papel e escrever também as coisas que você faz e gosta de fazer. Normalmente quando fazemos isso verificamos que temos mais qualidades do que imaginávamos e que temos coisas maravilhosas em nós. Cole esses papéis em algum lugar visível pra você, e toda vez que você pensar que não é boa ou que não tem qualidade nenhuma, olhe para eles e veja o quanto você tem pra oferecer.
Acredite, você tem um potencial incrível e pode ir muito além do que você imagina!

Espero que esse texto tenha te ajudado de alguma forma. Deixe um recado ou compartilhe com alguém.

Juliana Melo Santos
CRP 08/20005

Psicóloga Clínica, especialista em formação em Terapia Cognitivo Comportamental;
Formada pela Faculdade Pitágoras de Londrina; 
Pós graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo Instituto Capacitar – Maringá.
Atendimento presencial na cidade de Londrina-PR
Atendimento online. 
Contatos:
Instagram: psicologajulianasultane
Email: psicojulianasultane@gmail.com
Telefone: (043)99601-5053 

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s