Psicologia e Crianças Psicologia e Maternidade/Paternidade

Como lidar com as birras das crianças?

Crianças que nunca são contrariadas acabam se tornando adultos irritados, agressivos e até infelizes.

Por: Marci Kraft

Educar uma criança não é um trabalho fácil. É preciso dedicação, carinho, paciência e uma boa dose de disciplina para dizer não e ensinar os limites aos pequenos. Porém, muitas crianças têm dificuldades em aceitar e obedecer ao que é determinado pelos pais e fazem birra.

Como lidar com as birras das crianças?

A partir de dois anos de idade a criança já vai pedir para fazer o que tem vontade, naturalmente, e o adulto (logicamente) começa a dizer não para algumas coisas. Na medida em que o adulto diz não para determinadas situações, e libera para as mesmas em outros momentos, a criança cria uma consciência de que aquilo é possível. Nessa fase iniciam-se as birras e manhas.

Até os quatro anos a criança já sabe o que é certo e o errado, quando pode e quando não. Ela tomando consciência sobre os limites e as regras sociais, geralmente, as birras passam.

Dessa idade em diante a criança tende a dominar as situações através de desafios. Por exemplo, ela percebe quando os pais ficam inseguros publicamente e algumas usam essa insegurança para exigir as suas vontades chorando e se jogando no chão.
Ceder nessa insegurança é pior, pois demonstra perda do controle.

O que fazer se, publicamente, a criança fizer birra?

1) Se a criança estiver em um lugar perigoso, retire-a de lá imediatamente, não importa a intensidade do berro dela;
2) Mantenha a calma. Não esqueça que você serve de modelo para seu filho e quanto mais calmo ficar, mais rápido a situação vai se resolver;
3) Não grite. Como é uma explosão dos pais, não há criança que suporte isso! E não bata no seu filho;
4) Desvie o foco da criança. Como ela está nervosa, evite conversar muito na hora. Melhor falar menos e agir mais. Até os 5 anos, a criança não consegue manter a concentração nas palavras por mais de 30 segundos;
5) Quando perceber que ela se acalmou, dê um abraço bem gostoso para mostrar a ela que está tudo bem;
6) Caso não seja possível retirar a criança do local para acalma-la, ignore-a. A criança percebe que não está recebendo atenção, então pára.

“Se o espetáculo não tiver público, sai de cartaz”.

Fazer birra na infância é normal, repetir esse comportamento é que não é. Esse comportamento pode vir geneticamente, aprendido ou pela postura dos pais. Crianças que nunca são contrariadas acabam se tornando adultos irritados, agressivos e até infelizes. Afinal o mundo não dará somente o sim incondicional que os pais sempre disseram. A postura dos pais (em dar limites na infância) previne comportamentos no futuro: respeito, limites, infrações legais, convivência social, regras e deveres.

Imagem capa: Pexels

Marci Kraft
CRP 12/11637

Especializada em Saúde Mental, Gestão Comunitária e Gestão em Saúde, na Psicologia. Dentre as várias áreas de atuação, trabalha diretamente com crianças, adolescentes e educadores. Acredita que é preciso trabalhar a prevenção com os pequenos para trilhar os caminhos para a vida adulta. Contribui com a autoestima, confiança em si mesma, no enfrentamento seus medos e dificuldades.
Contato:
marcik.psicologia@gmail.com
47 9 9113 5530
https://www.facebook.com/psicologiamarcikraft/

 

 

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

um comentário

  1. Marci. Que texto extraordinário!!! gostei de dicas bem feitas. Assim, educar a criança sempre é uma tarefa muito difícil. Mas é preciso dedicação dura a educar criança de maneira possível. Gostei que esse texto me ensinou a reconhecer e ter paciência e respeito por criança. Quando a criança fazer birra em lugar público, nunca será facil manter calma. Mas Parabéns!!!

    Curtir

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s