Coluna Andréia de Sousa Leite Psicologia e Crianças Psicologia e Maternidade/Paternidade

Afeto ou limite, qual o melhor para a criança?

O que é melhor para a criança: afeto ou limite?

Por: Andréia de Sousa Leite

De forma bem simples, vamos dizer que afeto é o conjunto dos “sins” que damos às crianças e que o limite são os “nãos”.

O filhote humano é único e singular se comparado a todos os demais do reino animal, pois o bebê nasce completamente vulnerável e sem nenhuma condição de sobrevivência, já os animais, geralmente possuem certa ou total independência, contando principalmente com o instinto para garantir-lhes a sobrevivência.
Do ponto de vista psicológico, o bebê nasce como que “zerado”, ou seja, sem um repertório pronto, mas apto para aprender, absorver e seguir trocando o instinto com o qual nasceu, pelo aprendizado que lhe será transmitido, “exceto em algumas situações de extremo adoecimento”, assim a mãe e o pai servem à criança como uma espécie de “espelho”, que reflete sua futura imagem, a qual, paradoxalmente já está sendo forjada e constituída ali mesmo, no presente momento dos atos de cuidado.

O cuidado serve como “prova de amor “, ou seja, de afeto, e não tem idade para começar, também não é um mero sentimento ou emoção que brota do coração da mãe, mas é antes uma ação demonstrada nos subsequentes atos de cuidado ao filho. Assim a mãe é a primeira e primordial referência de cuidado da criança, uma espécie de professora, que a ensina o jeito de ser no reino humano.

o uso do limite deve ser aplicado desde muito cedo, na verdade, mesmo quando a criança ainda é um bebê, e isso, quase que paralelo ao afeto. Assim, o limite, ou porque não dizer “os nãos”, já podem e devem ser apresentados bem cedo, mas sempre segundo a capacidade de compreensão dos pequenos. Devem ser aplicados principalmente pelos pais, mas também por todos os adultos envolvidos na formação/ educação dessa criança. Outro fator muito importante é a linguagem usada pelo adulto, essa deverá ser adaptada à da criança, pois isso facilitará a compreensão da expressão “não, isso não pode”!

Então o que pode? Quero dizer, o que é melhor para a criança: afeto ou limite?
Eu diria que ambos são igualmente importantes para a criança e devem ser demonstrados em atos, palavras e exemplos a serem seguidos e transmitidos à criança mas sempre de uma forma firme, afetuosa, compreensível e compatível com a sua idade.

Imagem capa: Pexels

Colunista:

Andréia de Sousa Leite
CRP-22/0699; CRP-21/ISSO 008

Psicóloga clínica, com Formação básica em psicanálise e Clínica da intervenção precoce; Formada pela Faculdade Santo Agostinho-FSA (Teresina-PI), especialista em Terapia cognitivo-comportamental; Atende nas cidades de Teresina-PI e Timon-Ma; Atualmente trabalha no Cmam-Centro de atendimento multidisciplinar infantil e no Nasf-Núcleo de apoio a saúde da família; Ampla experiência nas áreas de Saúde pública, saúde mental e atendimento materno-infantil e familiar. Colunista do site Sucesso pede mais – (http://sucessopedemais.com/) com publicação de textos relacionados ao tema: Desenvolvimento infantil e relacionamento parental; Coach palestrante nas áreas de comportamento infantil e relacionamento familiar. Psicóloga voluntária nas Ongs- Centro Débora Mesquita e Grace Contato Esperança. Supervisora clínica.
Contatos:
e-mail: andreia-milk@hotmail.com
Telefone (whatsapp) -(86) 98874-1168/99988-9099

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s