Autoestima e Motivação Autossabotagem e Procrastinação Coluna Juliana Lima Faustino

Por que mudar é tão difícil?

Algumas pessoas se deixam dominar pelo medo de arriscar e por isso jamais melhoram suas vidas.

Por: Juliana Lima Faustino 

Por mais que, muitas vezes, desejemos que as coisas permaneçam como são, não adianta, um dia elas mudam e nos pegam de surpresa. As mudanças fazem parte da vida, algumas são boas outras não, mas o fato é que estamos sempre tendo que nos adaptar aos ciclos da vida e é justamente esse adaptar que pode fazer com que temamos e adiemos o processo de mudança.

Toda mudança tem, por natureza, um caráter misterioso que anuncia que algo novo está por vir e não sabemos do que se trata esse “algo novo”. Todos nós, por instinto, encaramos como perigoso tudo que é desconhecido, nosso cérebro logo nos prepara para uma fuga no momento em que interpreta a mudança como algo ameaçador. Por isso, é tão difícil lidarmos com a mudança, porque como muitas vezes não sabemos o que está por vir, não sabemos como nos preparar e nos proteger adequadamente do inesperado.

Além do medo do novo a mudança exige toda uma mobilização de energia que nosso cérebro não está disposto a gastar. Toda mudança requer um grande esforço para que nos adaptemos à nova situação. Imagine que você tenha que mudar de casa, pense em todo trabalho que terá para empacotar tudo, organizar as coisas de modo que não quebrem, se desfazer do que não serve mais e depois colocar tudo no lugar na nova casa, dá preguiça só de pensar, não é mesmo? Da mesma forma, as mudanças que acontecem na nossa vida vão exigir que nos reorganizemos não só exteriormente como também internamente, pois teremos que aprender a olhar para aquela nova situação com outros olhos e trabalhar todo dia a nossa motivação e pensamentos, nos empenhando ao máximo para que finalmente nos adaptemos ao novo.

É claro que quando, intencionalmente, buscamos a mudança, esse “querer mudar” faz toda diferença porque essa será a motivação que precisamos para iniciar o processo. Ainda assim, não é algo fácil porque, como já foi citado, nosso cérebro não gosta de mudanças e tentará evitá-las. Então, mesmo nesse caso, será necessário dispensar muita energia para que a mudança seja de fato concretizada. Você terá que dizer todos os dias a si mesmo que deseja e vai mudar e mais que isso, será necessário agir repetidamente até que veja a mudança acontecer.

Mudanças, sejam elas de que natureza forem, não são fáceis, pois elas nos fazem ter que sair de nossa zona de conforto. Mas acredito que o problema não está nas mudanças em si, mas na forma como as encaramos. Se olharmos para as mudanças como oportunidades poderemos usá-las a nosso favor. Contudo, algumas pessoas se deixam dominar pelo medo de arriscar e por isso jamais melhoram suas vidas, elas não crescem, não amadurecem e não evoluem. Aqueles, porém, que encaram as mudanças até podem, de vez em quando, se decepcionar e errar, mas sem dúvidas descobrem sua capacidade de se reinventar, de dar a volta por cima, estão sempre crescendo porque estão sempre tendo que se desafiar e sempre tendo que superar a si mesmos.

Mudar é sim difícil, apesar disso acredito que o que torna a vida tão significativa é justamente a oportunidade que ela nos dá de estar sempre em movimento e em constante transformação, de poder sentir aquela sensação de que tudo sempre pode melhorar.

Imagem capa: Pexels

Colunista:

Juliana Lima Faustino
CRP 05/43780

Psicóloga (PUC-Rio) / Terapeuta Cognitivo-comportamental (Cepaf-RJ) 
Blog: www.psijulianafaustino.wordpress.com
Facebook: facebook.com/julianafaustinopsicologa
Canal no Youtube:
https://www.youtube.com/channel/UCtGUtUqB0cALcAU7xqJHGcw

Instagram: @cuidando_das_emocoes

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

3 comentários

  1. Juliana. Seu texto que gostei mais me ajudou muito. O quê? é fazer mudança na vida, mas nosso esforço vale a pena para crescer nossa maturidade, porque sair da zona de conforto nunca é fácil. Por isso, nós precisamos ter uma estratégia muito simples para readaptar aos novos ciclos da vida. Muitas pessoas sentiam tão sufocadas pelo medo de dizer a si mesmo que vai mudar através das atitudes. Assim, mudar a vida pode fazer com que nós precisemos mudar comportamentos, atitudes e pensamentos, com objetivo de ter um especial equilíbrio de nossa vida. Essa equilíbrio pode resultar em felicidade e mobilização de energia e construir nova capacidade de ficar feliz, reinventar, reproduzir novas ideias, assim por diante. Mas Parabéns!!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s