Autoconhecimento Autoestima e Motivação Coluna Claudia Cruz

Necessidade de Aprovação: o sofrimento de querer agradar a todos

A primeira coisa que acontece quando evitamos constantemente a desaprovação é a perda da autoestima.

Por: Claudia Cruz

Sentir-se aceito, amado e reconhecido são sentimentos comuns a todos nós. Afinal querer agradar e ser reconhecido não é algo ruim. O problema surge quando esses sentimentos estão relacionados com a necessidade, ou seja, precisar da aprovação e do reconhecimento de outras pessoas para de sentir feliz e alcançar bem estar pessoal ou profissional. Podemos dizer que é nesse momento que se cruza a linha da dependência emocional.

A necessidade de ser aceito e amado por todos traz consigo distorções cognitivas como a leitura mental – a preocupação com que os outros podem pensar ao seu respeito – e a rotulação – Atribuir para si mesmo traços negativos.
Em questões emocionais o medo é uma das emoções mais presentes em pessoas com essa necessidade de se sentir aprovada como:

  • Medo de rejeição;
  • De ser criticada;
  • De se expressar (opinião);
  • De não agradar;
  • De não se sentir aceita;
  • De contrariar outras pessoas e etc.

Tudo isso por si só já traz um grande sofrimento emocional.

Vivendo uma Crença irracional

De acordo com a Terapia Cognitivo Comportamental a necessidade de aprovação e reconhecimento está fundamentada em uma crença irracional de que: “Para eu ser feliz, PRECISO que TODOS gostem de mim”.
Exemplos da mesma crença irracional:
“Preciso de amor e aprovação de todos os que me cercam” ou “tenho que ser amado e ter a aprovação de todas as pessoas importantes que me cercam”.

As crenças irracionais são interpretações ilógicas e distorcidas da realidade. Esses padrões de pensamentos disfuncionais e pouco saudáveis são capazes de desenvolver problemas psicológicos. Elas são universais devido a estarem presentes em diversas culturas e populações, totalizando em 11 crenças irracionais.

Há vários equívocos nessa forma de pensar:
1. Você nunca vai conseguir agradar a todas as pessoas, haverá sempre alguém que em algum momento irá discordar de você. O segredo é como você vai lidar com isso.
2. A aprovação dos outros não é essencial para você ser feliz, visto que dificilmente conseguirá agradar a todos;
3. “Preciso…Tenho que….” são palavras que indicam uma obrigação/necessidade. Seja menos exigente consigo mesmo. Observe quantas vezes você usa essas palavras tornando coisas simples da sua vida em verdadeiras obrigações.

O sofrimento de querer agradar a todos

A primeira coisa que acontece quando evitamos constantemente a desaprovação é a perda da autoestima, deixamos de nos agradar para dar lugar aos pensamentos de outras pessoas em nossa vida. Perdendo assim o amor próprio tão importante para nossa saúde emocional, ou seja, deixamos de gostar e acreditar em nós mesmos.
Outra coisa que acontece é a passividade, uma pessoa que tem necessidade de aprovação torna-se passiva em suas opiniões e decisões. Sua vida passa a ser direcionada através dos olhos de outras pessoas. Dificuldades em dizer não, em contrariar a opinião de outra pessoa. É a vivência de um “Eu Fragmentado”. Perdendo assim a sua autenticidade, sua essência como pessoa única nesse mundo.

Olhe para dentro de si e reflita:
Não é justo com você mesmo colocar nas mãos de outras pessoas a sua felicidade, você é a pessoa que melhor se conhece, dê abertura para si mesmo expressando suas opiniões, acreditando em si e mostrando a sua essência.

Imagem capa: Pexels

Claudia Cruz de La Libra e Silva 
CRP 06/103587

Psicóloga Clínica/Terapeuta Cognitivo Comportamental
Formada pela Universidade Padre Anchieta/SP
Atende em Barueri/São Paulo
Contato:
Email: contatopsicologaclaudiacruz@gmail.com

Blog: psicologaclaudiacruz.com
Facebook: facebook.com/maisautoestimapsiclaudiacruz/

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

2 comentários

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s