TDAH

Como ajudar e estimular crianças e adolescentes com TDAH – Cotidiano familiar

Não foque apenas nas dificuldades que o transtorno pode trazer, explique que todo mundo tem pontos fortes e fracos.

O contexto familiar é a primeira base que a criança tem, por isso é importante que esse seja o mais acolhedor e estimulante possível. Isso não é diferente no caso de crianças e adolescentes com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). Mas como ocorrem com crianças com desenvolvimento típico, os pais podem não saber como lidar com as dificuldades e comportamentos apresentados por essas.

O primeiro passo é ser sincero com a criança ou adolescente: conte sobre o transtorno, explique o que é. Não foque apenas nas dificuldades que o transtorno pode trazer, explique que todo mundo tem pontos fortes e fracos, mas que com ajuda, ele poderá aprender a lidar com as dificuldades e criará estratégias para ultrapassá-las.
Outras coisas podem ajudar no dia a dia da família, como por exemplo, uma rotina. Pessoas com TDAH tem maior dificuldade em aprender a organizar a si e aos seus pensamentos, por isso um quadro de rotinas pode ajudar para que esses tenham maior organização interna e pode ajudar a diminuir a ansiedade.

Na hora das atividades escolares vale conversar e explicar tudo da forma mais clara possível, instruções breves e claras podem ajudar para que a criança e/ou adolescente recorde mais facilmente. Pessoas com TDAH, normalmente, tem dificuldade em memorizar instruções longas e complexas. Explique o que for necessário, de forma breve, para que a criança e/ou adolescente entenda com facilidade e não se sinta mal por ter que perguntar várias vezes sobre as instruções.
Outra dica para as atividades escolares é dividir as que exijam maior esforço mental, por isso vale fazer pausas na hora da tarefa e ao longo da sua rotina ensinar que todas as atividades devem ser finalizadas, mesmo que seja necessário fazer pausas para que a pessoa possa descansar. Não tente forçar a criança e/ou adolescente a estudar horas e horas sem descanso, isso pode fazer com que ele não assimile o conteúdo de forma adequada por estar cansado mentalmente.

Mesmo que a criança e/ou adolescente tenha um estímulo em casa e dentro do contexto escolar, muitas vezes é importante que faça um acompanhamento psicológico e psicopedagógico para aprender a lidar melhor com as suas dificuldades e para que possa criar estratégias psicológicas e de aprendizagem dentro do seu cotidiano.
Uma equipe multiprofissional pode ajudar a lidar com as questões que surgem no dia a dia e como lidar melhor com as dificuldades na aprendizagem, também pode ensinar a família qual é a melhor forma de estimular em cada caso.

Referências:
“Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade” – Musztak, Miranda e Rizzutti.

Imagem capa: Pexels

Maria Carolina Paixão
CRP – 06/129924

Psicóloga Clínica e Escolar, especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional.
Formada pela Faculdades Integradas Pitágoras – Montes Claros/MG, especialista pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.
Atende em São Paulo/SP.
Observações: Participa como voluntária no Laboratório de Neurociência Cognitivo e Comportamental da Universidade Presbiteriana Mackenzie e atua com orientação psicológica e psicopedagógica em escolas.
Contatos:
psicologamariacarolina@gmail.com, 
tel/whatsapp: 11 982668811
Página do facebook: @psicarolpaixao

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

 

um comentário

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s