Coluna Joscelaine Lima Psicologia e Maternidade/Paternidade

Reflexão de gratidão às mães!

Ah, quem dera todas as mães sejam assim! Que deixem seus filhos abrirem suas asas e voar, sabendo que foram a melhor mãe que eles puderam ter e que delas jamais vão esquecer.

Por: Joscelaine Lima

O dia das mães está se aproximando e esta é uma época que nos convida a pensarmos mais em nossas mães. São propagandas em todos os meios de comunicação, tudo nos leva a pensarmos em um presente, em alguma forma de alegrar as nossas mães neste dia.

Como sou uma pessoa que costuma refletir bastante, analisar sobre vários assuntos, não poderia deixar de pensar sobre “o que é ser mãe”, já que não o sou, então não sei como é ser! Porém, eu tenho uma mãe, não digo que é a melhor do mundo, já que todos o dizem, mas, é com certeza a melhor mãe que eu poderia ter!
Sei que nem todos, infelizmente, podem dizer o mesmo, muitos perderam suas mães cedo por motivos diversos, e não têm/não podem ter este sentimento que hoje eu tenho. Eu os respeito e desejo que de alguma forma superem esta falta.

Sempre que tenho uma noite mal dormida, não me sinto bem e percebo um pouco de dificuldade ao enfrentar o dia seguinte. Então eu penso em quantas noites mal dormidas minha mãe teve ao meu lado, e todas as mães têm com seus filhos. Seja um bebê que chora e nada o acalma, seja uma criança doente que a mãe faz tudo ao seu alcance e quando não há o que fazer corre para o hospital ou pronto socorro mais próximo, seja o/a adolescente que saiu com amigos/namorado e não voltou ainda… E elas continuam amando e fazendo tudo o que podem pelo nosso bem-estar.

Existem mães que sufocam seus filhos, não os deixam crescer, porque têm medo que eles venham a se esquecer delas e de tudo o que fizeram, pois a grande maioria esquece. Mas eu admiro mesmo aquelas mães que confiam, aquelas que mesmo depois de os filhos terem errado tanto, seguem lhes dando chances de mostrar que são capazes de serem boas pessoas, incentivam a irem atrás de seus sonhos, apoiam em suas idas e vindas pela vida, porque sabem que são inesquecíveis!
Ah, quem dera todas as mães sejam assim! Que deixem seus filhos abrirem suas asas e voar, sabendo que foram a melhor mãe que eles puderam ter e que delas jamais vão esquecer, assim como me sinto em relação à minha mãe!

Só tenho a agradecer, pois tudo que sou hoje e tudo de bom que vivi até hoje, as atitudes, a graça, a força de minha mãe me fizeram ser assim, se hoje sou uma pessoa correta, persistente, que não desiste de nada, só tenho a agradecer à minha mãe! Amor que não tenho palavras para expressar e tudo que eu diga ou faça nunca pagará o que ela fez e é para mim! Que palavras como estas sejam o maior presente que cada filho passa dar à sua mãe!

Imagem capa: Pexels

Colunista:

Joscelaine Lima
CRP: 12/14672

Psicóloga em Centro de Referência de Assistência Social – CRAS em 
São Miguel do Oeste-SC e Psicóloga Clínica 
Contatos: 
Facebook.com/JoscelainePsicologia
Whatsapp: (49) 992028970

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

2 comentários

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s