Campanhas Coluna Joscelaine Lima Violência contra criança

Proteger crianças e adolescentes do abuso e exploração sexual é proteger a vida!

A família deve ser um lugar de segurança, onde a criança sinta-se tranquila para contar qualquer coisa que lhe aconteceu, sabendo que sua fala será valorizada.

Por: Joscelaine Lima

O dia 18 de maio foi instituído pela Lei nº 9.970 como Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Assim como os demais dias estabelecidos como datas alusivas a combates/lutas contra algum problema existente na sociedade, este dia tem uma razão marcante para existir.

O que motivou a escolha desta data para ser o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” foi um acontecimento muito triste e revoltante, que aconteceu em 18 de maio de 1973, no qual a menina Araceli Cabrera Sanches foi drogada, estuprada, espancada e morta brutalmente. Um crime que, infelizmente, não teve uma punição adequada aos culpados, devido ao silêncio da família e da comunidade do local na época.
Contudo, anos depois, a questão do abuso, exploração sexual e violência contra crianças e adolescentes passou a ser olhada de outra forma; eventos foram organizados e, em 2000 a Lei foi instituída, colocando o dia 18 de maio como um dia para ser lembrado, para que a sociedade nunca se esqueça o quanto o abuso e exploração infanto-juvenil são práticas destrutivas para as crianças e adolescentes, afetando seu presente e todo seu futuro.

Assim como o crime cometido contra Araceli não foi tratado como deveria ter sido na época, imperando a impunidade, atualmente, para muitas pessoas, o abuso e exploração sexual infanto-juvenil não é visto em sua total gravidade. O sofrimento das crianças não é valorizado como deveria ser e muitos consideram um crime grave apenas quando o estupro acontece de fato.

Infelizmente é muito comum acontecer abusos na família, perpetuados pelo pai, padrasto, tio, vizinho, padrinho, etc., por alguém em quem a criança/adolescente confia, alguém que tem como referência de segurança e cuidado. Isto é extremamente grave, visto que pode passar para a criança a noção de que o amor machuca, faz mal, levando-a a desenvolver relacionamentos “amorosos” potencialmente destrutivos no futuro, colocando em jogo sua possibilidade de ser feliz.

Uma grande parcela da sociedade não se dá conta ou tenta negar a realidade e a gravidade do abuso/exploração infantil. Existem mães que não percebem ou não acreditam, mesmo o abuso acontecendo dentro da própria casa. Muitos não querem denunciar para que o familiar/amigo não tenha problemas com a lei, tentam “resolver” na família mesmo, acobertam a realidade, mantém-na em segredo.
Esta realidade é muito triste, porém, existem formas de proteger nossas crianças/ adolescentes. Acredito que a primeira forma é acreditar nelas e estar a disposição para ouvir. A família deve ser um lugar de segurança, onde a criança sinta-se tranquila para contar qualquer coisa que lhe aconteceu, sabendo que sua fala será valorizada. Para isto os pais devem gerar uma relação de confiança, nunca de medo, tendo o diálogo e o afeto como forma de resolver os problemas, não sendo agressivos e autoritários.
Para cuidar de nossas crianças e adolescentes devemos ensiná-los a dizer não e não aceitar qualquer carinho que não queiram, que lhes cause constrangimento. Ensinar sobre o carinho bom e o carinho mau. Ensinar que seu corpo e espaço devem ser respeitados. Levá-las a perceber que não se deve ter segredos com alguém, não aceitar mimos ou qualquer coisa que não deve contar aos pais. Sempre confiar na criança, investigar o que ela conta, mesmo que não pareça real. E nunca punir se ela contar algo suspeito, nunca colocar a culpa de um abuso na criança, a criança/adolescente não é culpada! Quem se aproveita da inocência de uma criança deve ser punido legalmente por seus atos.

Que todos nós possamos denunciar o abuso e exploração sexual infanto-juvenil. Que não sejamos coniventes com a maldade, esconder e fingir que não existe não é solução. Precisamos encarar a realidade de frente e combater o mal que ameaça nossas crianças e seu futuro, com amor e ousadia, pois defender e proteger uma criança é proteger a vida!

Informações retiradas do link: https://www.facabonito.org.br/a-campanha

Imagem capa: Pexels

Colunista:

Joscelaine Lima
CRP: 12/14672

Psicóloga em Centro de Referência de Assistência Social – CRAS em 
São Miguel do Oeste-SC e Psicóloga Clínica 
Contatos: 
Facebook.com/JoscelainePsicologia
Whatsapp: (49) 992028970

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

um comentário

  1. Joscelaine, Acredito que essa informação sobre o dia especial de Combate contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes foi reconhecidamente chocante, porque existe esse ato no mundo. Isso me lembra que o filme “Nascidos em Bordéis” feito na Índia, cujo documentário foi real, narrando o principal traficante comerciante muito rico de exploração principal de adolescentes e aproveitamento de inocência de crianças nascidas no local que é o de prostituição, onde ocorreram as questões morais, religiosas, assim por diante. Mas aqui no Brasil nunca existe diferença desse tipo porque o van camuflado de tipo de propaganda de balas, chocolates, tipos de doces, mas, teve uma administração estratégica considerada maligna: realizar exploração de crianças e adolescentes para levar aos lugares cuja extrema é muito pobre e nunca à vista.
    Mas hoje Lei mais exigente de combate muito rigoroso contra esse ato sexual é muito importante e marcante para lembra que os pais devem cuidar de filhos e confiar no que eles dizem e desenvolver dialogo com eles de forma espontânea e amorosa e confiável, para que eles lhe possam contar o que aconteceu. Concordo perfeitamente com você, que disse que a família é o lugar de segurança onde os filhos sintam tão tranquilos.

    Mas você é muito importante e merece destaque devido seu blog sobre esse assunto. Parabéns!!!!

    Curtir

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s