Autoestima e Motivação Coluna Claudia Cruz

Necessidade de Aprovação: 6 Passos para superar

Não coloque o foco no que as pessoas esperam de você, mas no que realmente quer fazer e em suas opiniões.

Por: Claudia Cruz

A necessidade de aprovação é um comportamento adquirido ao longo dos anos e capaz de deteriorar a sua relação consigo mesmo. Superar essa necessidade é um caminho que precisa ser percorrido com muita perseverança e determinação.
Nos artigos anteriores (leia aqui e aqui) eu falei sobre os comportamentos, pensamentos e sentimentos que acompanham esse comportamento, que causa sofrimento psíquico quando é vivenciado de forma exagerada. Abaixo listei 6 passos que poderão servir de guia para superar a necessidade de aprovação.

6 Passos para superar a Necessidade de Aprovação

1º Passo: Avalie os custos desse comportamento

Comece se perguntando: Quais as maiores desvantagens/custos que você enfrenta com a necessidade de se sentir aprovada(o)? (no trabalho, na família, com os amigos e com você mesmo).

  • Sente-se anulada(o) em suas opiniões?
  • Sobrecarregada(o) com atividades e desejos de outras pessoas?
  • Sente-se passiva(o) nas suas atitudes?
  • Insatisfação em não conseguir expressar ou fazer o que gostaria de fazer por medo
  • Sente-se com a autoestima baixa ou frágil?
  • Outros…

Esses custos e desvantagens poderão ser um bom começo para você pensar em como vai valer a pena mudar.

2º Passo: Descubra quem é você

É comum pessoas com essa necessidade de aprovação expressarem que não sabem o que gostam de fazer ou não saberem quem são de verdade. Isso ocorre devido a estarem sempre em busca do que as outras pessoas gostam e esperam delas. Acabam não conseguindo identificar suas preferências pessoais.
Anote em um papel o que você gosta de fazer, quais são seus sonhos, suas qualidades, suas conquistas, suas opiniões sobre determinada situação que ocorreu com você e etc. Quanto mais você for anotando, mais você vai começar a se autoconhecer. Anote um item ou mais todos os dias.

3º Passo: Aprenda a se escutar

Aprender a se escutar é muito importante para superar a necessidade de aprovação. Não coloque o foco no que as pessoas esperam de você, mas no que realmente quer fazer e em suas opiniões. Pergunte-se:

  • O que eu acho sobre isso?
  • O que eu gostaria realmente de fazer?

4º Passo: Aprenda que desaprovação não é o mesmo que rejeição

Não podemos confundir desaprovação com rejeição. Só porque alguém não concordou com você, não significa que ela está te rejeitando. As diferenças existem, aceite-as.

5º Passo: Aceite as diferenças

Não somos iguais a ninguém, podemos ser parecidos com outras pessoas, mas não há ninguém no mundo literalmente igual a você na genética e história de vida. A necessidade de aprovação te afasta de quem você é de verdade. Tenha firmeza nas suas opiniões e como qualquer outra pessoa você também pode errar.

6º Passo: Fortaleça sua Autoestima

Fortalecer a autoestima é um dos elementos essenciais, pois através do autoconhecimento, você passa a se conhecer melhor, trabalhando suas dificuldades e  ampliando suas potencialidades e qualidades pessoais.

Dica extra: Faça terapia
Fazer terapia é uma ótima opção, especialmente se for difícil trabalhar sozinha(o) esses conceitos acima. Além disso, na psicoterapia é desenvolvido um trabalho específico para aprender a ter uma comunicação assertiva – trabalhando as dificuldades em dizer “não”, comportamento passivo entre outros comportamentos.

Conclusão: assim como você levou anos buscando aprovação de outras pessoas, não será de uma hora para outra que irá mudar esse comportamento. Lembre-se de que haverá momentos em que poderá ter recaídas, mas o importante é se levantar e continuar esse processo de mudança sem culpa e com determinação.

Imagem capa: Pexels

Claudia Cruz de La Libra e Silva 
CRP 06/103587

Psicóloga Clínica/Terapeuta Cognitivo Comportamental
Formada pela Universidade Padre Anchieta/SP
Atende em Barueri/São Paulo
Contato:
Email: contatopsicologaclaudiacruz@gmail.com

Blog: psicologaclaudiacruz.com
Facebook: facebook.com/maisautoestimapsiclaudiacruz/

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

2 comentários

  1. Cláudia, esse texto é muito importante pois tendo dicas positivas e motivadoras para nós tornarmos tão resilientes. Mas nunca é facil aceitar os seus próprios erros revelados por alguém que está ao seu lado quando você sabe esses erros. Acredito que a necessidade de aprovação para superar todos os obstáculos é consideradamente uma estratégia eficaz. No entanto, os sentimentos, as situações psicologicas, ponerológicas, psicopatológicas dependem especificamente de seus comportamentos, onde teria infuências más ou boas que podem recorrer em qualquer lugar. Mas o importante é que trabalhar as suas dificuldades na vida cotidiana nos ajudar a crescer uma maturidade e o equilibrio de vida. Mas aprendi essas dicas feitas por você com experiências relacionados aos termos de psicologia e aos seus conselhos.
    Parabéns e Obrigado por me ajudar a esclarecer tudo.

    Curtir

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s