Reflexões Relacionamentos

Criticar com Habilidade: Quem nunca?

Você já pensou se a sua crítica desenvolve alguma mudança ou simplesmente afeta negativamente quem recebe?

Por: Hylana Ferreira Teixeira

“Você não faz nada que preste!!!”
“Que horrível a roupa daquela menina! Tu viu?”

A todo momento você está criticando ou observando o comportamento das pessoas que te cercam, na faculdade, no trabalho, na igreja, em casa e em todos os espaços que você se relaciona.
Mas já parou para pensar de que forma sua crítica é percebida por quem recebe, muitas vezes disfarçada de uma simples “opinião”?

Existem situações em que nos sentimos obrigados a criticar, devido a estarmos em uma posição superior como em cargos de liderança e por sermos pais.
Mas você já pensou se a sua crítica desenvolve alguma mudança ou simplesmente afeta negativamente quem recebe?
Uma crítica hábil pode ser uma das mais proveitosas mensagens para qualquer pessoa.

A crítica feita de forma hábil concentra-se no que a pessoa fez e no que pode fazer, em vez de identificar um traço do caráter da pessoa num trabalho malfeito.

\o/ Aí vão algumas dicas:

1. Seja específico – Pegue um fato e foque no que exatamente não foi feito corretamente, não generalize, passando a sensação de que está tudo errado.

2. Ofereça uma solução – A crítica pode abrir portas para alternativas de que a pessoa não se dera conta ou simplesmente sensibilizar para deficiências que exigem atenção, mas deve incluir sugestões sobre como cuidar desses problemas.

3. Faça a crítica pessoalmente – Nada de dar feedback ou criticar por e-mail ou mensagens no Whatsapp, nada melhor do que cara a cara. Na escrita não percebemos o tom de voz e a expressão facial, que são componentes importantes para uma boa e efetiva comunicação.

4. Seja sensível – Este é um apelo pela empatia, para estar sintonizado com o impacto que você provoca com o que diz e como o que diz sobre a pessoa a quem você se dirige. Como você gostaria de receber uma crítica? Se coloque no lugar da outra pessoa.

E você sabe receber uma crítica?

Existem muitas formas saudáveis de receber as críticas bem feitas.

Uma delas é vê-la como uma informação valiosa para aprimorar o seu próprio trabalho, e não como um ataque pessoal. Outro é manter vigilância sobre o impulso para cair na defensiva, em vez de assumir a responsabilidade. Difícil né ? Mas totalmente possível!

Você não precisa dar conta de tudo a todo momento, se ainda não consegue lidar com essas questões, e caso seja muito perturbador, peça para continuar a conversa mais tarde, após o período necessário para a absorção da mensagem difícil e para esfriar um pouco.

É necessário ver a crítica como uma oportunidade de trabalhar junto com quem critica, para resolver o problema, e não como uma situação de confrontamento.

Não precisa ser Buda para fazer exatamente como as dicas orientam, inicialmente parece bem complicado, mas vá devagar, escolha uma das dicas e comece a aplicar hoje, sem muito método e com mais empatia e sensibilidade.

Referências: 
Livro inteligência emocional – Daniel Goleman

Hylana Ferreira Teixeira
CRP 12\12760

Psicóloga Clínica e profissional de recursos humanos;
Formada pela Estácio Fic;
Atende em Fortaleza e Maracanaú/Ceará;
Palestrante em empresas
Contatos:
hylanapsi@gmail.com

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

4 comentários

  1. Realmente muito válida todas as sugestões, certamente, atitudes pensadas e um cuidado a mais com as palavras contribuem pra uma relação mais sadia com os colegas/familiares. Parabéns pelo texto, muito bem elaborado! 👏👏

    Curtir

    1. Parabéns, Hylana, pela escolha do tema e pelo conteúdo!… Nas relações sociais, não conseguimos ficar imunes a receber e a fazer críticas em quaisquer dos ambientes que frequentemos!… Esses dois aspectos foram abordados com as ferramentas inteligentes e úteis para que todos os envolvidos na experiência sintam-se ganhadores!… Sucesso em todos os campos de sua vida!…. E a Paz do Mestre Jesus esteja com você em toda a sua jornada terrena!… Namastê!

      Curtir

  2. Hylana, Gostei muito de seu tema, que merece importância como contribuição para que nós tomemos a conta de tipos de critica tais como crítica positiva e negativa e evitar o uso de pontos fracos tidos pelas pessoas para criticar negativamente contra elas. Mas é necessário que alguém que faria critica de modo negativo e afetivo deva ter responsabilidade de assumir os erros. Assim, uma coisa séria que nós aprendemos de verdade é respeitar a diferença, porque cada pessoa diferente tem o comportamento diferente. Por isso, antes de julgar, é preciso fazermos uma reflexão quanto às questões tais como quem é você? Para que ou por que você aceita os fatores sociais e mudanças positivas e negativas no seu próprio comportamento? Mas a critica positiva depende de intenção boa feita por alguém que queria ajudar nós a reconhecer nosso erros ou nós motivar a nos colocarmos no bom caminho para o sucesso. Mas parabéns pelo seu texto bem elaborado.

    Curtir

Deixe uma resposta para Guilherme Teixeira dos Santos Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: