Coluna Camila Martins Fernandes Reflexões Relacionamentos

Em busca da empatia

Cada um tem sua própria história de vida, cada um aprendeu a lidar com a vida de forma diferente.

Por: Camila Martins Fernandes

Segundo o dicionário, empatia é a ação de se colocar no lugar do outro. Buscando agir e pensar da mesma forma que essa pessoa. Palavra que muitos acham linda, mas será que estamos colocando isso em prática? Ou será que só é mais uma palavra bonita que vamos repetindo por repetir?

Vejo muitas pessoas por aí sendo egoístas demais, pensando apenas nelas mesmas e em ações que podem se beneficiar, como se no mundo não existisse mais ninguém, apenas elas. Ou então pessoas que criticam tanto as ações dos outros, mas quando passam pela mesma situação ou uma situação parecida percebem que o peso e a dor que a outra pessoa estava sentido não era nem frescura, nem preguiça ou algo do tipo.

Parece que sempre precisamos vivenciar algo para, a partir daí, dar valor aos seus sentimentos e aos sentimentos dos outros.

A questão aqui não é você precisar ser empático o tempo todo, mas aprender a ver a vida de outra forma. Perceber que existem muitas coisas além de nossas próprias vidas e que podem trazer muitos benefícios. Podemos aprender a sermos menos críticos, a não sermos “donos da razão”, a criar vínculos afetivos e consequentemente viver uma vida mais leve. Leveza que falamos tanto que queremos, mas não fazemos nada para mudar. Como se a vida mudasse da noite para o dia, sem nenhum esforço.

Todos nós vivemos dias pesados demais, ficamos com aquele peso nas costas, ficamos estressados demais, e quando vemos, estamos sendo grosseiros com os outros, e aí a empatia some de vez.

Será que rever alguns pensamentos e ações não trará a leveza que você tanto procura? Ouça mais, critique menos. Cada um tem sua própria história de vida, cada um aprendeu a lidar com a vida de forma diferente. Cada dor é pessoal. Nunca desmereça nem menospreze o sofrimento de ninguém, pelo contrário, às vezes tudo o que essa pessoa está precisando é de alguém que a ouça sem julgamento.

Nesse mundo onde vivemos com tanta pressa, pessoas passam despercebidas, como se fossem invisíveis. Individualidade demais pode gerar não somente a falta de empatia como a solidão. E a solidão pode gerar inúmeros outros problemas como baixa autoestima, ansiedade, depressão…

É isso que você deseja para sua vida?

Às vezes tudo o que precisamos é olhar além da caixa que nos cerca. Há muito mais o que viver e aprender. Você está preparado para isso?

Imagem capa: Pexels

Colunista:

Camila Martins Fernandes 
CRP: 06/109118

Psicóloga Clínica. Formada pela Universidade São Judas Tadeu. 
Aprimoramento Clínico na Abordagem Cognitiva pela Universidade São Judas Tadeu.
Psicopedagoga Clínica e Institucional. Formada pela Universidade Cidade de São Paulo. Atendimento no Tatuapé, Zona Leste de São Paulo-SP 
Contatos: 
E-mail: contato@psicocamilafernandes.com 
Facebook.com/psicocamilafernandes
Instagram: @camilafernandespsicologa

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

2 comentários

  1. Camila. Que texto muito extraordinário!!!! Porque seu texto me fez a refletir sobre o ser empático. Não posso falar por falar. Mas um hábito prático de OUVIR os problemas, sentimentos e situações de outro deve fazer de nós o ser empático, porque ao passar pelas situações e circunstâncias vivenciadas de outros, poderemos reconhecer nossa história e nossas situações para desenvolver uma maturidade. A verdade é que não podemos criticar, préjulgar e julgar as ações e os problemas de outros. Além de praticar empatia, nós devemos ter um novo hábito de ouvir tudo que está ao nosso redor. Parabéns!!!

    Curtir

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s