Autoestima e Motivação Coluna Joscelaine Lima Reflexões

Tempo de mudanças

Mudar de opinião não é um erro, errado é ser inflexível, ter uma rigidez mental que impede a capacidade de ouvir outra opinião.

Por: Joscelaine Lima

De tempos em tempos é preciso mudar. Mudar é revigorante, é revitalizador é instigante! Também pode ser angustiante, pode trazer um frio na barriga, ansiedade e seus sintomas, mas quando a mudança é positiva, a ansiedade é boa, faz bem, renova!

Muitas vezes é mais fácil ficar na zona de conforto, manter as mesmas práticas, os mesmos costumes, a mesma velha opinião. Sim, pode ser mais fácil, pois, mudar, recomeçar, reconstruir exigem coragem, ousadia, persistência e fé! Coragem e ousadia para transcender, para atingir objetivos mais altos, para sair da zona de conforto, para abrir as asas e voar, sem ter medo de cair e, se vier a cair, levantar ainda mais forte. Persistência e fé para confiar na própria capacidade de vencer, para confiar que se é capaz e que se consegue ir além do horizonte.

Parte da sociedade critica quem muda com facilidade de opinião, são taxados de fracos e inconstantes, mas manter-se rígido em crenças e pensamentos retrógrados impede a evolução. Mudar de opinião não é um erro, errado é ser inflexível, ter uma rigidez mental que impede a capacidade de ouvir outra opinião. É bom que os valores e princípios sejam mantidos, desde que eles não nos impeçam de crescer, de evoluir, de aprender e que não venham a causar sofrimento, pois muitas pessoas se mantêm em uma situação negativa por não conseguir mudar a forma de pensar, sentir e agir; por estar com a mente “engessada” e não ver outras possibilidades.

Por isto as mudanças me instigam, me dão energia, pois são oportunidades de crescermos, de evoluirmos e vislumbrarmos novas possibilidades, novos horizontes, novas formas de viver, que podem ter suas dificuldades (sempre as teremos), mas estas dificuldades servem de impulso, servem de aprendizado e nos levam além do que podíamos ver, que nos mostram que somos muito mais fortes do que acreditávamos ser!

E é tão bom se desafiar! Muitas vezes as circunstâncias nos impõem os desafios, outras vezes precisamos ir ao encontro deles e, o melhor de tudo é não fugir, mas enfrentar e superar as limitações e os medos, pois eles sempre existirão. Tem uma frase que gosto muito, que diz que mudar dói, mas ficar do mesmo jeito também dói e aí, você tem que escolher qual dor vai preferir! A maioria das pessoas acaba preferindo ficar do mesmo jeito, acreditando que um dia a dor passa, mas se passar ficará a indiferença e esta é assassina da felicidade, da confiança e de outros sentimentos positivos. Não destrua as coisas boas de sua vida, ouse mudar e seja feliz!

Imagem capa: Pexels

Colunista:

Joscelaine Lima
CRP: 12/14672

Psicóloga em Centro de Referência de Assistência Social – CRAS em 
São Miguel do Oeste-SC e Psicóloga Clínica 
Contatos: 
Facebook.com/JoscelainePsicologia
Whatsapp: (49) 992028970

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s