Autoestima e Motivação Coluna Juliana Lima Faustino Reflexões

Resignar-se, às vezes, é preciso

Embora seja difícil aceitar que, às vezes, as coisas não estão sob nosso controle, resignar-se pode ser a melhor forma de evitar ansiedade e estresse.

Por: Juliana Lima Faustino 

Resignar-se, às vezes, é preciso.
Nós, seres humanos, temos a necessidade da certeza, não nos agrada o fato de que a vida é, em muitos aspectos, imprevisível. Para nos sentirmos seguros, necessitamos saber o que irá acontecer, precisamos a todo custo nos prevenir do pior. Não, não é fácil reconhecer que, às vezes, o máximo que podemos fazer é nos conformar e torcer para que as coisas aconteçam da forma como esperamos. Mas, embora seja difícil aceitar que, às vezes, as coisas não estão sob nosso controle, resignar-se pode ser a melhor forma de evitar ansiedade e estresse.

A resignação é mesmo uma virtude de poucos, afinal, em nossos dias, somos ensinados a estar alertas às mudanças que ocorrem o tempo todo no mundo e a estar preparados para elas. Vivemos estressados e ansiosos na busca frenética de controle, não conseguimos parar e esperar o que vai acontecer, nos adiantamos, atropelamos as horas na tentativa de garantir que tudo ficará bem. Nesse sentido, acabamos adoecendo, pois quanto mais buscamos a certeza mais ela parece fugir de nós.

É por isso que, em nossos dias, adquirir a habilidade de aceitar o que não se pode prever ou mudar pode ser uma questão de sobrevivência. Quanto mais entendemos que nem tudo é nossa responsabilidade mais reduzimos o estresse e a ansiedade tão comuns em nossos dias. Precisamos entender que, apesar de não podermos prever e mudar todas as coisas, sempre podemos lidar com elas. 

É claro que devemos nos esforçar e buscar mudar aquilo que é possível mudarmos, mas também devemos compreender que há certas circunstancias que fogem do nosso controle e previsão e o melhor a fazermos diante delas é nos resignar. Convido você a refletir sobre isso hoje. Será que você está vivendo tentando prever o imprevisível? Será que está tentando controlar o incontrolável? Sabe, esse é um jeito estressante de viver a vida e você deve buscar mudar isso. Resignar-se pode parecer uma atitude muito passiva e conformista, mas quando você começar a soltar o controle da vida vai descobrir que ela pode ser bem mais leve e surpreendente. Você vai descobrir também que cada dia é único e pode ser vivido plenamente sem o peso de precisar saber o que será do amanhã.

Deixo aqui uma frase que é bem conhecida e que pode lhe ajudar a tomar a iniciativa de resignar-se: “Senhor, dai-me força para mudar o que pode ser mudado, resignação para aceitar o que não posso mudar e sabedoria para distinguir uma coisa da outra.”

Imagem capa: Pexels

Colunista:

Juliana Lima Faustino
CRP 05/43780

Psicóloga (PUC-Rio) / Terapeuta Cognitivo-comportamental (Cepaf-RJ) 
Blog: www.psijulianafaustino.wordpress.com
Facebook: facebook.com/julianafaustinopsicologa
Canal no Youtube:
https://www.youtube.com/channel/UCtGUtUqB0cALcAU7xqJHGcw

Instagram: @cuidando_das_emocoes

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


 

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

5 comentários

  1. Gostei muito de sua matéria, que certamente me ajudou a reconhecer as circunstâncias imprevistas e previstas ao longo de vida, pois é muito difícil controle de tudo. Assim, o melhor que tirar o peso de stress na minha costa é a virtude: Resignação. Esse significado me deu um entendimento no que se refere a saúde mental e de alma.

    Curtir

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s