Autismo Dicas de Filmes

Dica de Filme: Arthur e o infinito, um olhar sobre o Autismo

O filme mostra o dia a dia da família e as tentativas da mãe de entender o mundo do filho, o que se passa em sua cabeça, as razões de seus comportamentos.

Por: Ane Caroline Janiro

Este é um curta-metragem que fala de forma bem realista sobre o Autismo do ponto de vista de uma família que vive com o filho pequeno a saga até o diagnóstico e as descobertas e desafios de lidar com os sintomas, tratamento, erros e acertos.

É a história do casal Marina e César, pais de Sofia (dez anos) e Arthur (seis anos). Quando o filho mais novo tinha cerca de um ano e meio de idade, os pais começaram a notar alguns comportamentos específicos, como a comunicação bem diferente das outras crianças da sua idade, a falta de contato visual, parecia não atender quando os pais o chamavam, entre outros. A busca pelo diagnóstico do Autismo foi conturbada e longa, apenas quando Arthur estava com seis anos de idade.

O filme mostra o dia a dia da família e as tentativas da mãe de entender o mundo do filho, o que se passa em sua cabeça, as razões de seus comportamentos… Retrata também os questionamentos dessa mãe em relação à sua própria capacidade de lidar com o filho.

É um curta-metragem disponível para visualização no Youtube.

Deixo abaixo o link sugerido:

 

Imagem capa: reprodução do filme “Arthur e o infinito: um olhar sobre o Autismo”

 

12009753_1145254608837345_2914420128489159683_n

Sobre a autora:
Ane Caroline Janiro
Psicóloga clínica, Fundadora e Administradora do Psicologia Acessível.
É casada, mamãe do Lucas, escreve sobre Psicologia, Maternidade, Família…
Instagram: @carolinejaniro

 


*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).

um comentário

  1. Esse filme “Arthur e o infinito: um olhar sobre o autismo” me emocionou de verdade e me mostrou como enfrentar as dificuldades muito grande em lidar com o autista. Imagino que quando o filho que nascer autista, poderia ter falhas em tentativas de entender o mundo dele e o que se passa na mente dele como você falou… E outra coisa: quero saber qual é a deficiência, com qual será muito difícil lidar? pois é necessário saber tipos de deficiência… Mas parabéns!!!

    Curtir

Deixe um comentário (seu e-mail não será publicado)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s