Arquivo da categoria: Coluna Jackeline Leal

A crise do sentido – nossa sociedade está doente


Por: Jackeline Leal

“Como cultura, estamos enlouquecendo. Por quê? As razões são de natureza espiritual, que nossa instabilidade pessoal e coletiva deriva da forma peculiar de alienação associada ao fato de o homem ter se afastado de seu centro – alienação do sentido, valor, finalidade e visão, alienação das raízes e das razões de nossa humanidade.”

Danah Zohar e Ian Marshall

Na cultura moderna a forma mais comum de atrofia espiritual é conhecida entre nós por atrofia de sentido da vida, ocorre pelo fato de estarmos nos tornando racionais demais. Nossa alma segue separada do nosso corpo, isolando-nos dos nossos próprios recursos internos – os sonhos, a criatividade, o poder da nossa imaginação.

Esta realidade nos deixa suscetíveis às oscilações emocionais, facilmente sendo provocadas pelos sentimentos mais básicos, localizados no nosso cérebro límbico/racional como: raiva, medo, inveja, ira. Tornando-nos reféns das reações baseadas em emoções, ou seja, reativos.

O desequilíbrio começa a fazer parte da rotina e aos poucos vamos sendo sugados pela representatividade de um único papel, perdendo a autenticidade do eu.

Emocionalmente, deixamos de lado as habilidades empáticas e de autocontrole, pois vivemos uma vida baseada na busca por “posição e status”.

Após uma dura reflexão do abandono de que somos capazes de levar a nós mesmos, a pergunta que faço é se seria possível nos recuperarmos frente ao contexto e construirmos uma vida que tenha sentido, onde nós estejamos conectados com quem somos?

Pois bem, acredito que em certo momento da vida, este vazio existencial nos incomoda tanto, que temos dois caminhos possíveis. Um diz respeito à alienação da alma em prol do ego e uma vida cheia de inseguranças e medos eternos. O outro, diz sobre vivenciarmos a experiência de conhecermos a nós mesmos e enfrentarmos estes medos e inseguranças.

Para viver esta segunda opção é preciso abrir mão dos padrões adquiridos em nossa experiência parental e cultural, solidificados em nossa história de vida, partindo em busca da diferenciação e individualização pessoal, como descreve Richard Barrett no livro Coaching Evolutivo.

Este processo nos permite aprofundar em nossos porquês e resgatar o eu perdido, conectando o ego e a alma de maneira harmônica e existencial. Isso não significa que o medo deixará de existir, mas que você saberá quais são eles e como vencê-los.

Aos poucos, evoluímos mais e mais, e nos tornamos capazes de ir além, de vivermos uma vida de entrega e serviço, onde o todo representa parte do que somos.

2018 está ai, convidando você para encontrar o sentido perdido para a sua existência e viver uma vida mais completa, impregnada de propósito e por consequência, mais feliz!

Pense Nisso!

Imagem capa: Pexels 

Jackeline Leal
CRP 16/1585

Psicóloga Clínica, Pós Graduanda em Psicodrama pelo IDH/RS, 
Formada pela FAESA/ES, atende em Vitória/ES.
Jackeline também é Coach de Carreira e Negócios e conta com 
mais de 10 anos de experiência em desenvolvimento de pessoas.
Contatos:
E-mail: contato@jackelineleal.com.br 

Facebook.com/jacklealpsicoach
www.jackelineleal.com.br

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).