Arquivo da tag: filhos

Aprenda, você, a lidar com suas emoções para educar seu filho


Por: Eliete Medeiros

Educar filhos para que sejam felizes e saudáveis envolve sim, autoconhecimento e inteligência emocional. Nossos filhos são influenciados diretamente pela forma com que lidamos com nossas emoções e por nossos comportamentos e como nos relacionamos conosco e com o mundo. Cuide de sua saúde emocional, entendendo e aceitando melhor o que sente, investindo em tempo de qualidade consigo mesmo e em formas de administrar seu stress e ter mais relaxamento. Saiba que isso não fará bem somente para você, mas irá impactar na forma como você educa e cuida dos seus filhos.

Não é fórmula mágica. Cada família deve aprender a adaptar novos hábitos em seu dia a dia para transformar a relação com os filhos em algo prazeroso. Crie vínculos fortes com seus filhos baseado no diálogo, seja um bom ouvinte, ouça o que ele tem a te dizer e com o tempo perceberá que bons resultados virão. Além de orientadores, os pais atuam como espelhos e fontes de inspiração para seus filhos. A expectativa sobre o futuro dos filhos vem já na gestação, diante da eminente chegada do bebê que, sem saber, já tem até o time de futebol e a profissão previamente planejados.

Os pais com certeza gostariam de facilitar todas as coisas possíveis para garantir que o filho tenha um futuro mais tranquilo e mais feliz, o que não podemos esquecer é que o mais importante é formado na infância: a liberdade de escolha, os valores de vida que temos, ou seja, a base para a vida toda é construída na infância. Na ânsia de oferecer o melhor para os filhos, as famílias acabam sobrecarregando as crianças de atividades e cursos extracurriculares. Mas é preciso lembrar que uma agenda cheia não significa garantia de sucesso no futuro, pelo contrário: interfere no desenvolvimento de nossos filhos gerando sentimentos como ansiedade e estresse.

Contrário à necessidade de pais que estabelecem uma rotina intensa às crianças, que muitas vezes nem conseguem acompanhar as exigências de horários e atividades da agenda, é preciso criar os filhos com menos pressão e antecipação. Menos atividades, menos tecnologia, menos compromissos, mais brincadeiras ao ar livre e tempo para serem crianças, “vitamina S” é fundamental para a criança ganhar imunidade: “vitamina S” é “sujeira”! Crianças precisam se sujar, andar descalças, rolar na grama, entre outras atividades que fizeram parte das gerações passadas e que atualmente vem sendo cada vez mais distante da realidade de nossos pequenos. É essencial respeitar o ritmo de aprendizado de cada criança, mas se pudéssemos resgatar algumas dessas atividades teríamos como consequência crianças mais felizes, espontâneas, empáticas e que ficam satisfeitas com a presença dos pais e amigos. Crianças são como uma esponja que absorvem tudo ao seu redor, tanto coisas boas como ruins e elas ainda não tem condições de filtrar o que é bom ou não para elas e simplesmente se nutrem com tudo que as rodeia. Crianças são espelho dos pais ou do adulto mais próximo. É nos filhos que observamos as virtudes dos pais, então pais, sejam pessoas equilibradas, sejam referência, enfim sejam dignos de serem imitados.

Algumas dicas para ajudar você a fortalecer a relação com seu filho:

♦ Seja simples, humilde. A beleza das coisas está no modo de olhar, então leve seu filho a te admirar, ensine-os a pensar antes de agir.

♦ Estar presente e não apenas “dar presentes”.

♦ Não é necessário abdicar da vida social (hobbies, esportes, vida conjugal ou profissão), mas sim parar (mesmo que seja por 20 minutos) e observar o filho.

♦ Diminuir a agenda das crianças para que elas tenham tempo livre para serem crianças.

♦ Não projetar suas frustrações ou sonhos em seu filho.

♦ Dar limites, porque dar voz ao filho não significa que você vai deixa-lo fazer o que quiser.

♦ Diminuir a expectativa e a pressão e permitir que os filhos sejam aquilo que quiserem ser (mais falantes, mais tímidos, etc).

♦ Tédio e ócio. Permitir-se momentos de não fazer nada.

♦ Dizer não ao filho é uma demonstração de amor, o não educa, fortalece, amadurece e prepara para enfrentar as decepções e derrotas que todo ser humano está sujeito a viver.

Imagem capa: Stocksnap.io

Eliete Medeiros

“Mãe, esposa, pedagoga e consultora de pais & filhos”.
Graduada em pedagogia pela UNOPAR e pós-graduada em psicopedagogia pela FAVENI.
Contato:
E-mail: elyetemedeiros@yahoo.com.br
Facebook: Eliete Medeiros
Página no Facebook: Dificuldade de aprendizagem com Eliete Medeiros.

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!
Cadastre-se também na opção “Seguir Psicologia Acessível”e receba os posts em seu e-mail!


PNG - ONLINE IMAGE EDITOR - Copia.png

Sobre o Psicologia Acessível (saiba mais aqui).